Sem Jadson e Jô, Timão terá duas mudanças para encarar o Inter

O Corinthians terá duas mudanças na sua equipe para encarar o Internacional, nesta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, pela partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil. Preocupado com a condição física do meia Jadson e do centroavante Jô, o técnico Fábio Carille optou por tirar os dois da partida pensando na sequência de jogos que terá pela frente no mês de abril, como a volta frente ao Colorado e as semifinais do Campeonato Paulista, contra o São Paulo.

Sem a dupla, o treinador optou por escalar o time com Marquinhos Gabriel na ponta esquerda, formando um trio de meias com Rodriguinho e Romero. Na frente, sem Kazim, machucado, e enxergando Carlinhos apenas como opção para o Campeonato Brasileiro, Carille colocou o atacante Clayton, coincidentemente o camisa 9 da equipe, para exercer a função feita por Jô nos últimos 12 jogos do Timão.

“Foi decidido desde ontem (segunda-feira) de manhã que eles iriam ficar fora do jogo de quarta por uma programação nossa. O Jadson se queixou muito de dores no joelho após o jogo da Sul-Americana. O Jô seria o 13º jogo seguido, então por isso eles ficam fora. Correríamos o risco de perdê-los por quatro, cinco jogos caso eles jogassem”, disse o treinador, que viu os dois ficarem fora do treinamento desta terça-feira, o último antes da viagem para Porto Alegre.

“O Jô é um problema pessoal, não sei de qual ordem, o Jadson me mandou mensagem falando de um parente muito próximo que morreu. Quarta-feira os dois se apresentam aqui para treinar”, explicou o comandante, que conta com ambos para o Estadual no final de semana.

Dessa forma, o Alvinegro vai a campo com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Romero, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Clayton. Sem um centroavante de origem, Carille ainda deixou aberta a possibilidade de Clayton e Romero se alternarem na função de centroavante.

Será a primeira vez no ano que tanto Marquinhos Gabriel quanto Clayton serão titulares da equipe corintiana. Mesmo chegando ao clube apenas no final de março, o ex-atleticano já vai para sua terceira partida, apenas duas a menos do que o companheiro. Assim como em 17 ocasiões na temporada, novamente o Corinthians não conseguirá repetir um time de um jogo para outro.