Jadson, Caio, Deivid, Miguel e Samuel Pupo vencem repescagem e avançam em Margaret River. Tati está fora

Miguel Pupo é um dos brasileiros classificados para a terceira fase em Margaret River (Foto: AFP)


O Brasil terá oito representantes na terceira fase da etapa de Margaret River, na Austrália, do Circuito Mundial de surfe da WSL. Neste sábado, Samuel Pupo, Jadson André, Deivid Silva, Caio Ibelli e Miguel Pupo passaram pelas repescagens após as derrotas na estreia e seguem vivos na competição. Já Tatiana Weston-Webb foi eliminada nas oitavas de final.

+ Nadador do Botafogo, patrocinado pela Xuxa e torcedor do Flamengo: a ligação de Arthur Aguiar com esporte

Na sexta-feira, Filipe Toledo, Italo Ferreira e João Chianca, o Chumbinho, haviam assegurado a classificação de forma direta, após liderarem suas baterias de estreia. A próxima chamada acontece neste sábado, às 20h (de Brasília).

A terceira rodada terá um duelo verde e amarelo que promete alto nível, entre o campeão olímpico Italo, que luta pelo top 5, e Chumbinho, que está em 25º e precisa somar pontos.

Um dos destaques da repescagem foi Jadson, outro que luta pela permanência no circuito, ao derrotar o 11 vezes campeão mundial Kelly Slater e o convidado local Jack Thomas. O brasileiro somou 11,67, contra 10,67 e 9,94 do australiano. Ele terá um novo encontro com Slater na próxima fase, já que os dois primeiros da bateria se classificam.

- Eu definitivamente preciso de um grande resultado aqui. É impossível não pensar nisso. Durante quase todo a minha carreira eu fiquei ali na bolha, eu sei como lidar com isso. Eu gostaria de não estar nessa situação, eu deveria estar um pouco melhor na classificação, mas assim é a vida. Estou feliz com a vitória e espero continuar indo bem - disse Jadson, em entrevista à WSL.

Tatiana começou bem o dia e conseguiu a maior nota do evento no feminino (9,17) para se classificar às oitavas. Ela somou 16,50 pontos e passou ao lado havaiana Gabriela Bryan (14,16). A havaiana Bettylou Sakura Johnson ficou pelo caminho, com 11,54. Na fase seguinte, no entanto, Tati não resistiu à mesma Bryan, que fez 11,30 a 10,93 e passou para as quartas.

A etapa de Margaret River é a quinta do ano e definirá os 22 homens e as 10 mulheres que seguirão na disputa pelo título do Circuito Mundial. Após dez etapas, os cinco melhores surfistas do ranking masculino e feminino se classificarão para disputar a WSL Finals, que decidirá os campeões do ano em um mata-mata, em Trestles, nos Estados Unidos.

Veja os duelos brasileiros na terceira fase

6ª bateria: Connor O'Leary (AUS) x Samuel Pupo
7ª bateria: Italo Ferreira x João Chumbinho
8ª bateria: Miguel Pupo x Owen Wright (AUS)
9ª bateria: Filipe Toledo x Ryan Callinan (AUS)
11ª bateria: Caio Ibelli x Frederico Morais (PRT)
12ª bateria: Kelly Slater (EUA) x Jadson André
16ª bateria: Barron Mamiya (HAV) x Deivid Silva

Confira os resultados das repescagens
Masculino
1: Kelly Slater (EUA) 10,67 x Jadson André (BRA) 11,67 x Jack Thomas (AUS) 9,94
2: Caio Ibelli (BRA) 13,63 x Deivid Silva (BRA) 11,50 x Ben Spence (AUS) 10,53
3: Miguel Pupo (BRA) 12 x Frederico Morais (PRT) 12,90 x Jacob Willcox (AUS) 10,27
4: Seth Moniz (HAV) 8,73 x Samuel Pupo (BRA) 13,50 x Matthew McGillivray (AFS) 10,54

Feminino
1: Lakey Peterson (EUA) 13,50 x Luana Silva (HAV) 9,70 x Mia McCarthy (AUS) 7,50
2: Tatiana Weston-Webb (BRA) 16,50 x Gabriela Bryan (HAV) 14,16 x Bettylou Sakura Johnson (HAV) 8,94

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos