Jadson é apresentado no Vasco e destaca: 'É a realização de um sonho, estou muito feliz e motivado'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Vasco apresentou nesta quinta em seu canal no Youtube mais um reforço para a sequência da temporada. Trata-se do zagueiro Jadson, que pertence ao Portimonense, de Portugal, e chega por empréstimo até o fim do Campeonato Brasileiro. O zagueiro mostrou estar motivado, conhecer alguns jogadores do elenco e se colocou à disposição do técnico Ricardo Sá Pinto.

- Estou muito feliz de estar vestindo essa camisa que tem tanto peso no futebol nacional, é um clube gigante. Um clube tão grandioso como o Vasco. É a realização de um sonho, estou muito feliz e motivado. Pretendo atingir as expectativas que foram geradas e sou mais um nessa família vascaína - ressaltou à Vasco TV.

-> Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

- São jogadores de muita qualidade (Os zagueiros do atual elenco do Vasco). Temos jogadores renomados como Castan e Breno. Chego para somar, para fazer parte dessa família e ajudar no que for preciso - disse.


O nome do defensor, de 29 anos, já apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Com isso, ele poderá fazer a sua estreia diante do Sport, às 16h30 (de Brasília), sábado, na Ilha do Retiro. Ao longo da entrevista, o jogador também disse gostar da formação com três zagueiros e que espera se adaptar o mais rápido possível.

- Creio que não estarei 100% para os 90 minutos, mas estou à disposição para o que o Mister quiser e para ajudar no que for preciso - afirmou.

- Gosto bastante de jogar nessa formação com três centrais, já joguei outras vezes assim e estou feliz. Não vejo problema, minhas características casam muito bem com essa formação. Sou um jogador rápido, com boa recuperação, e eu gosto bastante dessa formação - frisou.

Jadson- Vasco - BID
Jadson- Vasco - BID

Nome de Jadson no BID da CBF (Reprodução)

Durante sua passagem pelo Portimonense, Jadson chegou a enfrentar o técnico Ricardo Sá Pinto e disse que acompanha o trabalho do novo comandante. Além disso, ele comentou sobre o desafio de chegar ao Vasco no momento em que a equipe não vence há nove rodadas e está na zona de rebaixamento.

- Cheguei a enfrentar o Sá Pinto ao longo da minha carreira, já acompanho o trabalho dele, e ele acompanha o meu. Sei que cobra muito os jogadores, mas sei também que é paizão e família. Me deixou super tranquilo e à vontade para eu poder dar o meu melhor para o Vasco da Gama -

- Gosto dessa formação com três centrais, é um desafio muito difícil, mas creio que logo logo vamos sair dessa situação porque temos um grupo de qualidade, com jogadores de excelente técnica e senso de trabalho - finalizou