Jürgen Klopp descarta 'clima de revanche' e revela se treinaria Real Madrid no futuro

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Jürgen Klopp é um maiores protagonistas desta reta final de temporada. Nesta segunda-feira (05), o treinador alemão falou, em entrevista coletiva, sobre a preparação do Liverpool para partida contra o Real Madrid, pelas quartas de final da Champions League.

Os clubes se enfrentam amanhã e as comparações com a final do torneio em 2018 são inevitáveis. Na ocasião, os merengues venceram por 3 a 1, em partida marcada pelas falhas do goleiro Loris Karius e lesão de Mohamed Salah. Evidentemente, os temas foram pauta da entrevista.

Jurgen Klopp tem passagens pelo Mainz e Borussia Dortmund. | Visionhaus/Getty Images
Jurgen Klopp tem passagens pelo Mainz e Borussia Dortmund. | Visionhaus/Getty Images

O técnico, no entanto, destaca que se tratam de contextos diferentes: "Este Madrid não tem nada a ver com o de 2018. Lembro-me do jogo, aliás, todos me perguntaram um mês depois se eu convidaria o Ramos para o meu 60º aniversário e eu disse que não. Agora pensaria bem. Não consigo recuperar essa raiva, mas já disse que não gostei do que aconteceu naquela noite. Se estivermos melhores vamos passar e se não, o Real Madrid vai".

Klopp e seus comandados estão em Madrid, já que a primeira parte acontece longe dos domínios de Mané e companhia. O treinador ressaltou ter gostado do ambiente e comentou sobre a possibilidade de treinar os merengues: "Se no final da minha carreira fosse apenas Mainz, Borussia Dortmund e Liverpool não seria ruim. Não penso que me arrependeria de não ter treinado o Real Madrid. Mas aqui o tempo está ótimo e é maravilhoso morar aqui. Eu vi isso quando cheguei".

Com relação ao jogo decisivo, o técnico destacou a qualidade do rival, que é o maior vencedor da Champions League: "Eles têm muita capacidade. Estamos melhores agora e vamos precisar de muito esforço. Teremos de correr e lutar muito pela forma como jogam. Eles são a equipe com o maioria dos títulos nesta competição".

Deixando a rivalidade de lado, Zidane também comentou sobre Klopp:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.