Jô marca gol 200 do Corinthians na Arena pelo Brasileiro e chega a artilharia do clube no Século XXI

·2 minuto de leitura


Após protagonizar uma polêmica no último fim de semana, por usar uma chuteira de tom verde, no empate em 0 a 0 entre Bahia e Corinthians, o atacante Jô deu a volta por cima na vitória do Timão por 2 a 1 contra o Sport, nesta quinta-feira (24), que lhe rendeu algumas marcas pessoais.

O segundo tento contra o Leão da Ilha, aos sete minutos do segundo tempo, foi o de número 200 do Alvinegro na Neo Química Arena, juntou o camisa 77 a Dentinho como artilheiro do corintiano no Século XXI e o deixou a um de Romero, como atleta com mais gols no estádio em Itaquera.

Jô marcou o seu 55º gol com a camisa do Corinthians, sendo 26 deles na Neo Química Arena.

>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os jogos do Corinthians

A partida contra o Sport marcou a segunda consecutiva do centroavante como titular sob o comando do técnico Sylvinho. Reserva nas seis primeiras partidas do treinador pelo Timão, o atleta ficou de fora da derrota para o Red Bull Bragantino, por 2 a 1, em Itaquera, na última semana, por conta de uma lesão na panturrilha, mas voltou ganhando espaço no time.

– Com o Jô, nós tivemos uma conversa, assim que ele se colocou à disposição. Vocês sabem que o Jô ficou fora de um jogo, um intervalo de dois três dias fazendo fisioterapia, se resguardando e voltou, voltou para o elenco, uma coisa bem rápida, para reduzir a área de atuação dele, trazer, buscar e tirar o melhor desse atleta – disse Sylvinho em entrevista coletiva virtual, após a vitória contra o Sport.

E a avaliação do treinador foi positiva com essa entrada do atacante à equipe titular.

– Onde ele poder dar o melhor para a gente, muita retenção de bola, oxigenando um pouco o time, o meio-campo, fazendo a defesa sair, um atleta experiente, que entendeu perfeitamente, e sabe que isso vai produzir, vai dar para ele uma condição de ajudar o time e ser ajudado, é isso que tem acontecido, vem ocorrendo esse entendimento do atleta, a serviço do time, tem sido aproveitado, estou feliz pelo atleta e sempre pelo grupo – destacou o técnico.

Jô estava há quase um mês se marcar gols. O último, havia sido no dia 26 de maio, na goleada corintiana por 4 a 0, sobre o River Plate (PAR), na última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos