Jô fala sobre quebra de recordes, feitos históricos e atual momento no Corinthians: 'Faltam palavras'

·3 minuto de leitura


O atacante Jô tem acumulado quebra de recordes em sequência pelo Corinthians. Com três gols marcados nos últimos cinco jogos, o atleta recentemente se tornou o artilheiro do clube no Século XXI e, ao anotar o tento corintiano no empate no 1 a 1 contra o Internacional, no último sábado (3), pela nona rodada do Brasileirão, igualou a marca do paraguaio Romero como atleta que mais foi às redes da Neo Química Arena, com 26 tentos anotados.

Cria do Timão, o jogador foi revelado pela equipe em 2003, 11 anos antes do Corinthians ter o seu estádio. Torcedor de berço, ele conta que realizou um sonho ao balançar as redes em Itaquera.

- Entrei para história quebrando alguns recordes e na Neo Química Arena é uma satisfação muito grande. Porque eu meu sonho de criança era fazer um estádio do Corinthians, que não tinha ainda, ai o time passa a ter o estádio, teu time do coração, e você vai e se torna o maior artilheiro do estádio. Satisfação de entrar na história de um clube tao grande como o Corinthians. Talvez até falte palavras para explicar a emoção que é – disse o jogador à Corinthians TV.

>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Jô atualmente é o terceiro jogador que mais fez gols na competição vestindo a camisa do Timão, com 40 tentos anotados. À frente do centroavante estão apenas os ídolos da Fiel, Sócrates, com 41 gols, e Marcelinho Carioca, com 52.

– Dois jogadores que são ídolos, e é de uma satisfação grande de estar próximo. Não gosto de colocar meta de gols, porque isso tudo é consequência, mas atacante vive disso. Então, espero estar em evolução para ajudar a equipe bater mais recorde – pontuou.

– Isso tudo é prova de que o trabalho tá sendo bem-feito. A maior satisfação do jogador é entrar num cube e fazer história, e dentro desse clube, graças a deus, tenho marcado histórica, como jogador mais novo, primeiro artilheiro do Brasileiro, então vai entrando uma série de histórias. Fico muito feliz por estar em uma lista com muitos jogadores consagrados que passaram por aqui. Continuar o trabalho que etá sendo bem-feito e continuar em evolução para ajudar cada vez mais – acrescentou.

Aos 34 anos, Jô ainda tem sonhos a serem realizados com a camisa do Corinthians. Em 2012, quando o clube conquistou a inédita Libertadores e também o Mundial de Clubes, Jô vestia a camisa do Atlético-MG, onde conquistaria a América no ano seguinte, mas gostaria muito de levantar o caneco continental pelo Timão.

- Aqui eu tenho alguns objetivos. Corinthians já ganhou a Libertadores, eu assisti e vibrei muito. Eu tenho um sonho de ganhar Libertadores aqui, o Mundial, mais títulos brasileiros, se possível, mas tudo é passo a passo. Mas como meta de títulos, sem dúvida, uma Libertadores e um Mundial aqui deve ser uma coisa maravilhosa e eu vou buscar isso.

Sedento em quebrar recordes com a camisa alvinegra, Jô é o atleta mais jovem a balançar as redes pelo Corinthians, feito que aconteceu no dia 24 de agosto de 2003, em um jogo contra o Internacional, quando tinha apenas 16 anos, três meses e 29 dias. Além disso, ele é o único artilheiro corintiano no Brasileirão, em 2017, ao lado de Henrique Dourado, que na ocasião defendia o Fluminense.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos