Jéssica ‘Bate-Estaca’ aposta em vitória de Joanna sobre Zhang pelo cinturão do UFC

No dia 7 de março, Joanna Jedrzejczyk e Weili Zhang se enfrentam em duelo que coloca em jogo o cinturão das pesos-palhas (52 kg) do Ultimate. E quem melhor para opinar sobre o confronto do que Jéssica ‘Bate-Estaca’? Ex-campeã da categoria, a brasileira já teve a oportunidade de dividir o octógono com as duas lutadoras. Desta forma, a atleta da ‘PRVT’ analisou o confronto com propriedade e apostou suas fichas em uma vitória da polonesa.

Durante entrevista exclusiva à Ag Fight, Jéssica opinou que o combate será equilibrado devido às credenciais das duas atletas. No entanto, na opinião da brasileira, o diferencial no duelo pelo cinturão será a velocidade de Joanna. Dona de ímpeto e condicionamento acima da média, a polonesa despontou como a vencedora por pontos no palpite de ‘Bate-Estaca’.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Então, estou um pouco na dúvida porque são duas lutadoras muito duras. Duas meninas que já lutei e sei que são adversárias bem duras. Mas acredito que com os vídeos de treinamento que venho assistindo da Joanna, a Joanna consiga vencer a Weili Zhang por pontos. Acredito que se ela não encurtar, que nem eu fiz, e não deixar o rosto exposto para tomar um soco, ela não vai ser nocauteada. E ela está muito rápida, essa velocidade dela, esse estilo que ela tem de lutar vai fazer muita diferença na hora. Então acredito que quem vença seja a Joanna”, opinou Jéssica.

Curiosamente, Joanna e Zhang foram as responsáveis pelas últimas duas derrotas da carreira de ‘Bate-Estaca’. O revés contra a polonesa ocorreu em maio de 2017, e o resultado negativo contra a chinesa foi mais recente, em agosto de 2019. Na ocasião, Jéssica foi nocauteada por Weili e perdeu seu cinturão do UFC. E até por conta deste histórico, a lutadora paranaense deixou clara a intenção de realizar revanche contra ambas no futuro.

“Não tem muita diferença de quem eu mais quero fazer revanche. Mesmo que uma ou outra fique com o cinturão, mais para frente eu gostaria de lutar com as duas e mostrar que eu evoluí, melhorei, não sou mais aquela Jéssica de um tempo atrás. Tenho chances de vencer elas. Posso sim ser a melhor da categoria e me tornar de novo campeã. Então qualquer uma das duas para mim está bom, porque quero lutar com as duas”, projetou a brasileira.

Mas para pensar em reconquistar o cinturão, Jéssica precisa voltar à ativa. Em conversa recente com a Ag Fight, a atleta da ‘PRVT’ afirmou que possui um acordo verbal para encarar Rose Namajunas em seguida. Caso saia do papel, seria o segundo confronto entre as duas pesos-palhas. Na primeira ocasião, ‘Thug’ foi destronada por Bate-Estaca no UFC 237, no Rio de Janeiro, em maio passado.

 

Leia também