Jádson vira titular absoluto e ganha a 10 da Ponte Preta

Volante deixa de ser a quinta opção da Macaca para se tornar o principal nome do meio de campo do time de Gilson Kleina

Jádson se tornou um nome importante na Ponte Preta. Antes reserva da equipe campineira, o volante virou peça chave no esquema de Gilson Kleina e voltará ao gramado no duelo contra o Palmeiras, neste domingo (16), às 16h (de Brasília), contra o Palmeiras, no Moisés Lucarelli.

O curioso é que a condição do jogador foi adquirida recentemente. Para melhorar ainda mais, ele ganhou a camisa 10 da equipe do interior de São Paulo. Prestígio e titularidade são aspectos preponderantes em seu momento no semifinalista do torneio estadual.

Mesmo que goze da titularidade na equipe de Gilson Kleina, o jogador demorou a buscar esta condição e só conseguiu por conta do trabalho árduo. O curioso é que atletas como João Vitor, Wendel e Fernando Bob têm mais identificação e prestígio que o atleta.

O trio, contudo, não atua por motivos distintos. Wendel fraturou o dedão do pé ainda durante a pré-temporada e só ficou à disposição recentemente, João Vitor sofreu uma grave lesão no tornozelo na estreia do Paulista e Fernando Bob tem cumprido suspensão de forma corriqueira.

Mesmo com tantos motivos para as atuações entre os titulares, o meio-campista de 23 anos, com passagens por Botafogo e Udinese, destaca a força do elenco comandado por Kleina e assegura que não há titulares na equipe:

- Não temos uma equipe titular. Temos um grupo forte, que pensa em se ajudar a vencer. Isso é o mais importante. Estamos perto de fazer algo grande, para marcar as nossas carreiras. Temos de procurar pensar em grandes conquistas, ter ambição - comentou o volante, com um discurso coletivo, assim como é seu estilo em campo.