Já vai? Atacante entra no fim, evita derrota do Fluminense e é expulso em seguida

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Golaços, falhas clamorosas, expulsões e muitas idas e vindas. Se não foi um primor em nível técnico, ao menos o duelo entre Coritiba e Fluminense, no Couto Pereira, garantiu altas doses de emoção e muita bola na rede: foram seis no total, resultado final de 3 a 3 que teve sabor amargo para os dois clubes envolvidos.

Pensando em vaga na Libertadores, empatar contra uma equipe que é forte candidata à queda não é um bom negócio mas, diante das circunstâncias da partida, o Tricolor tem mais a comemorar do que seu adversário: o time carioca saiu perdendo por 2 a 0 e estava sendo derrotado por 3 a 2 até os 46' do segundo tempo, quando brilhou a estrela de um herói improvável.

Caio Paulista: de tudo um pouco em apenas 10 minutos

Promovido a campo aos 40' do segundo tempo no lugar do meia Michel Araújo, Caio Paulista precisou de apenas seis minutos em campo para ir às redes e salvar o Fluminense da derrota, anotando o terceiro gol tricolor e sacramentando o 3 a 3 no placar.

Foi uma reta final de jogo de fortes emoções para o atacante, que além do gol salvador, recebeu cartão vermelho por se envolver em confusão boba com o rival Robson, também expulso no lance. Em apenas dez minutos, o camisa 70 experimentou um pouco de tudo no Couto Pereira.

O empate em Curitiba rendeu uma posição na tabela de classificação aos donos da casa, que pularam da 19ª para a 18ª colocação com 26 pontos. O Fluminense, por sua vez, estacionou na sétima posição com 47 pontos, a quatro de distância do Grêmio, clube que abre o G-6 do torneio neste momento.