"Já não respeito mais o Barcelona", detona dirigente do Bayern

Dembélé segue sendo seguido de perto pelo Barcelona que insiste na contratação do jovem francês. No entanto, a atitude do jogador vem sendo criticada já que ele se recusa a jogar pelo clube e força um saída para o time culé. A atitude é encarada como uma afronta na Alemanha e até clubes rivais ao Dortmund revelam sua consternação pelo fato de o Barcelona estar forçando a negociação.

 Uli Hoeness, presidente do Bayern, tem sido muito duro com a atitude da equipe do Barça. "Não tenho respeito por este clube se está por trás do que está acontecendo com o Dembélé".

Ousmane Dembélé

Joachim Löw, treinador da Alemanha, também se somou as críticas ao clube catalão. "Eu simplesmente condeno quando um jogador que tem um contrato entra em greve e diz que quer mudar de clube. É absurdo, então os contratos não valem mais nada", disse ele ao Eurosport.