Já classificado, Athletico encara um Peñarol em busca de vaga nas oitavas da Libertadores

·2 minuto de leitura
lance da partida entre Athletico e Peñarol, pela Copa Libertadores, em Curitiba
lance da partida entre Athletico e Peñarol, pela Copa Libertadores, em Curitiba

Líder do grupo C e já classificado para as oitavas de final da Libertadores, o Athletico vai a Montevidéu encarar o Peñarol que precisa da vitória para avançar à próxima fase do torneio continental.

Pela sexta e última rodada da chave, a equipe uruguaia joga no estádio Campeón del Siglo de Montevidéu a partir das 21H30, com arbitragem do paraguaio José Méndez.

Na terceira posição, com 6 pontos, os donos da casa não dependem apenas de si mesmos para seguir na competição sul-americana, mas deverão ficar atentos ao outro confronto do grupo entre o chileno Colo-Colo (6) e o boliviano Jorge Wilstermann (7), que se enfrentam na mesma hora em Santiago.

- "Última bala e é de ouro" - 

"Nesta terça-feira, a última bala, e é ouro”, postou no domingo no Twitter o técnico da equipe uruguaia, Mario Saralegui, após também escrever em seu relato que “quem desiste não tem prêmio”. 

O treinador pode perder muito mais do que a classificação se for derrotado pelo time brasileiro: a imprensa local garante que está em jogo seu próprio cargo, embora tenha assumido o comando há menos de dois meses. 

Saralegui chegou ao Peñarol em 1º de setembro para substituir Diego Forlán, demitido devido aos maus resultados. 

Mas 'Manya' terminou em quinto lugar no Campeonato Uruguaio (Torneio Apertura) e neste fim de semana perdeu a primeira partida do Torneio Intermediário, que é vital para somar pontos na Tabela Anual que determina uma vaga na final do campeonato local. 

No compromisso do fim de semana, o técnico poupou os titulares de olho no confronto com o Furacão, decisão que incomodou muitos torcedores e que, caso seja eliminado da Libertadores, pode ter comprometido seu futuro no clube.

- Cumprindo tabela - 

O Athletico, que com 10 pontos é uma das 11 equipes já classificadas às oitavas da Libertadores, está sem vencer há seis jogos. Entre a competição continental e o Brasileirão tem três empates e três derrotas. 

No torneio nacional está em 17º, na zona de rebaixamento. Por isso, a equipe comandada por Eduardo Barros pode não oferecer muita resistência aos uruguaios, que possuem números favoráveis jogando em casa. 

No entanto, se o Peñarol vencer, mas o Wilstermann também superar o Colo Colo, o clube boliviano se classificará, e o time uruguaio por cinco vezes campeão da Libertadores ficará de fora mais uma vez.

Equipes prováveis: 

Peñarol: Kevin Dawson - Giovanni González, Fabricio Formiliano, Gary Kagelmacher, Joaquín Piquerez - Jesús Trindade, Walter Gargano -  Jonathan Urretaviscaya, David Terans e Facundo Torres - Agustín Álvarez Martínez. Técnico: Mario Saralegui

Athletico-PR: Santos - Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno, Márcio Azevedo - Wellington, Christian, Erick - Léo Cittadini, Carlos Eduardo e Fabinho. Técnico: Eduardo Barros. 

gv/cl/lca