Ivan Grava se manifesta oficialmente após demissão no Corinthians

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


Um dia após pedir demissão do Corinthians, o médico Ivan Grava se manifestou através das suas redes sociais sobre a sua saída do clube, principalmente se despedindo da instituição.

- Chegou o momento de me despedir do Departamento Médico do Corinthians. Gostaria de agradecer a todos que estiveram comigo nesse período, aos funcionários, jogadores, treinadores, diretores e presidentes. Levo comigo na memória os momentos de glória, as taças e os títulos que foram conquistados enquanto estive junto ao futebol do Timão. Cresci no clube, minua família sempre esteve por lá e a torcida ser´eterna. Deixo aqui meus votos que sigam todos no caminho do sucesso - disse o doutor, que é filho de Joaquim Grava, que trabalha no clube há mais de 40 anos, atualmente é consultor médico, e dá nome ao Centro de Treinamentos e Excelência do Timão.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

Em pronunciamento concedido após a vitória corintiana por 1 a 0 sobre o São Caetano, pela quarta rodada do Paulistão, no estádio Anacleto Campanella, o presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, se manifestou sobre o desligamento de Grava, e admitiu divergências entre ele e o médico.

- Não existe nenhum problema de descumprimento de protocolo. Essa conversa não existiu. Existe o protocolo que o Corinthians segue há um ano, protocolo usado pela OMS (Organização Mundial de Saúde): sintomas leve ou sem sintomas podem voltar em dez dias. No treino, eles são avaliados e voltam. Com sintomas de internação, (voltam) em 15 dias. O Corinthians se baseia em ciência. O período máximo de já jogar é dez dias após infecção. Foi uma discordância de tempo de retorno entre o Corinthians e o Ivan. Todo o corpo médico conversou sobre as razões do protocolo com tempo maior. Não foi o presidente. O que existe é um corpo médico. Ficou resolvido que voltariam antes do previsto pelo Ivan. Ele se sentiu desautorizado e pediu demissão. Ninguém descumpriu protocolo - argumentou o cartola.

Ivan Grava chegou ao Departamento Médico do futebol corintiano em 2014. Com a sua saída, assume a função o Dr. Michel Youssef Muniz Domingos, que ocupava a função na base do Timão.

Confira a publicação de Ivan Grava abaixo!

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.