Itália vence Turquia (3-0) em Roma no jogo de abertura da Eurocopa

·4 minuto de leitura

A Itália estreou na Eurocopa da melhor maneira possível, com uma vitória por 3 a 0 sobre a Turquia, nesta sexta-feira, em Roma, na primeira partida do torneio, após um ano de atraso devido à pandemia de coronavírus.

A 'Azzurra', grande ausente da Copa do Mundo da Rússia-2018, comemorou seu retorno a uma competição internacional importante cinco anos após disputar a Euro-2016.

Com este resultado os italianos lideram o grupo A, que conta também com Suíça e País Gales, seleções que se enfrentam neste sábado.

Um gol contra de Merih Demiral aos 53 minutos foi o primeiro do torneio, quando Domenico Berardi deu um passe preciso na direção de Ciro Immobile, mas a bola ricocheteou primeiro no torso do zagueiro turco, enganando seu próprio goleiro, Ugurkan Cakir.

Aos 66 minutos, Immobile marcou o segundo da Azzurra aproveitando um rebote de Cakir após um disparo de Leonardo Spinazzola.

O último gol da noite foi de autoria de Lorenzo Insigne na reta final (79), com um chute cruzado depois de receber uma bela assistência de Immobile da entrada da área.

"Não foi um jogo fácil, mas foi uma boa estreia contra uma boa equipe", analisou o técnico da seleção italiana Roberto Mancini em declarações à rede de televisão RAI, de seu país.

"Fomos bem aqui em Roma, algo que nos deixa felizes. Foi uma noite linda, espero viver mais noites assim", acrescentou ele.

A Turquia, melhor defesa - empatada com a Bélgica - nas Eliminatórias do torneio, com apenas três gols sofridos, contou com a solidez atrás para tentar surpreender, mas sua estratégia funcionou apenas nos primeiros 45 minutos. Após o intervalo, a Itália acelerou e atropelou os turcos.

Berardi, envolvido nas jogadas dos três gols de sua equipe, se destacou na Nazionale, após ter sido escolhido (em disputa com Federico Chiesa) como ponta-direita para esta partida de estreia.

Mesmo no primeiro tempo ele deu ótimos passes para Insigne (18) e Immobile (33), que por pouco não mandaram para o fundo das redes.

Pouco antes do intervalo, a Itália reivindicou em vão um pênalti por um toque de mão de Zeki Celik, mas o árbitro analisou as imagens no VAR e considerou que não marcaria a penalidade máxima, para a revolta dos 'tifosi' e dos jogadores italianos.

Os três gols no segundo tempo fizeram a Itália esquecer essa polêmica, contra uma Turquia que prontamente trouxe perigo aos domínios de Gianluigi Donnarumma, especialmente com um cruzamento perigoso de Burak Yilmaz (36) e depois em um contra-ataque de Cengiz Ünder (51).

"Esperávamos outro resultado, mas a Itália dominou. O primeiro gol mudou as coisas no segundo tempo e perdemos o controle. Taticamente, a Itália foi superior. Eles dominaram em campo e com a bola", admitiu o treinador turco, Senol Günes, em uma coletiva de imprensa.

- Sequência invicta -

Com sua clara e sólida vitória, a Itália de Roberto Mancini continua a confirmar seu status de uma das seleções favoritas ao título no dia 11 de julho em Wembley.

A Nazionale continua aumentando sua invencibilidade: agora são 28 jogos sem perder.

A Itália, que conseguiu dez vitórias em seu grupo das Eliminatórias para esta Euro, não sofreu gols nos últimos nove jogos, nos quais marcou 28 gols, números que impressionam.

A partida entre italianos e turcos teve a presença de 16 mil espectadores nas arquibancadas do Olímpico de Roma, um quarto da capacidade total do estádio devido às restrições sanitárias.

Antes do jogo de abertura, ocorreu uma curta cerimônia para dar as boas-vindas à competição.

Os ex-jogadores Nesta e Totti, ídolos da Lazio e da Roma, clubes vizinhos e rivais da 'Cidade Eterna', levaram simbolicamente a bola do torneio batizada de "Uniphoria" (unidade e euforia).

O tenor Andrea Bocelli interpretou "Nessun Dorma", da ópera Turandot de Puccini, diante de grandes balões representando os 24 países participantes em uma "coreografia vertical" feita por dançarinos. Então foi a vez de uma 'performance virtual' de Martin Garrix, Bono e The Edge.

Na segunda rodada do Grupo A, na quarta-feira, dia 16, a Itália enfrenta a Suíça, novamente em Roma, enquanto a Turquia tem uma longa viagem até Baku para jogar contra o País de Gales.

bur-alu/dr/psr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos