Istambul em risco, Madri fora e Lisboa favorita: Onde vai ser a final da Champions League?

Goal.com

A final da Champions League 2019/2020 estava marcada para o dia 30 de maio no Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul. Como se sabe, porém, a pandemia do novo coronavírus paralisou o torneio continental em março, quando nem as oitavas de final estavam concluídas.

Agora, meses depois, a Uefa, entidade que rege o futebol europeu, já está planejando como e em que locais a reta final da competição vai ser disputada. E a cidade turca pode perder o direito de receber a grande decisão da competição.

Conforme publicaram vários veículos europeus ao longo da semana, como o alemão Bild, o espanhol Marca e o inglês Sky Sports, uma das possibilidades é disputar todos os jogos que restam em campo neutro. Istambul seria uma opção, mas por motivos logísticos e econômicos teria sido descartada.

As favoritas seriam Madri e Lisboa. Neste sábado, porém, o CEO do Atlético de Madrid, Miguel Ángel Gil, indicou que a capital espanhola está fora.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Ofereci o Wanda Metropolitano (estádio do clube que foi palco da final de 2018/2019), mas a verdade é que não há possibilidade porque eles já teriam entrado em contato a tão pouco tempo de definirem o formato. Madri encanta a eles, mas pagamos pelas consequências graves da pandemia na Espanha", afirmou.

Lisboa, assim, seria a grande favorita segundo se especula na Europa. O Estádio da Luz, do Benfica, que estava pronto para ser uma das sedes da Eurocopa - adiada para o ano que vem - é o mais cotado, com o José Alvalade, do Sporting, correndo por fora. 

A possibilidade também ganhou força depois de Marcelo Rebelo de Sousa, presidente português, ter dito recentemente que "poderemos ter uma boa notícia sobre futebol internacional" no país. Para completar, Portugal sofreu bem menos com os efeitos da pandemia que os países próximos (foram 1.512 mortos até a publicação deste texto). 

Enquanto isso, o ministro dos esportes da Turquia, Mehmet Kasapoglu, declarou que ainda não perdeu a esperança de receber um dos jogos mais aguardados da temporada. 

"Não tenho dúvidas de que a final vai ser jogada da melhor forma possível na Turquia. Estamos confiantes que vamos receber boas notícias no dia 17 de junho", disse ele a uma TV do país, referindo-se ao dia em que o comitê executivo da Uefa se reúne para definir o futuro do torneio. 

Ainda não há data para o retorno da Champions - o mais provável é que seja em agosto, ao término das principais ligas do continente. PSG, Atalanta, Atlético de Madrid e RB Leizpig já se garantiram nas quartas de final do torneio antes da paralisação. 

As outras quatro vagas serão decididas nos seguintes duelos:  Manchester City x Real Madrid, Bayern de Munique x Chelsea, Juventus x Lyon e Barcelona x Napoli.

Leia também