Israel vacinará todos os atletas para Olimpíada de Tóquio até maio

·1 minuto de leitura
Anéis Olímpicos gigantes são iluminados em Tóquio

(Reuters) - Israel pretende vacinar todos seus atletas que devem competir na Olimpíada de Tóquio contra a Covid-19 até maio, disse seu Comitê Olímpico Nacional nesta quarta-feira enquanto o mundo debate se os atletas deveriam ter acesso prioritário às vacinações.

Os casos globais de Covid-19 ultrapassaram 100 milhões nesta quarta-feira, de acordo com uma contagem da Reuters, e países de todo o mundo lutam com novas variantes do vírus e uma escassez de vacinas.

Mas Israel lidera o planeta em vacinações per capita, já tendo inoculado 29% de sua população com ao menos uma dose.

"Como parte do procedimento de vacinação contra o corona de Israel, 50% de todos os atletas olímpicos da delegação de Israel para Tóquio foram vacinados", disse uma porta-voz do comitê à Reuters em um email.

"Até o final de 2021, todos... estarão completamente vacinados contra o coronavírus."

Grande parte do Japão se encontra em estado de emergência devido a uma terceira onda de infecções de Covid-19, mas os organizadores prometem seguir em frente com os Jogos, que devem começar em 23 de julho depois de serem adiados por um ano por causa da pandemia.

Alguns países hesitam em priorizar atletas em detrimento daqueles que precisam mais da vacina.

Um representante da Associação Olímpica Britânica disse à Reuters que a entidade não conversou com seus atletas sobre vacinações e que sua prioridade continua sendo as pessoas "vulneráveis, os idosos e os profissionais da linha de frente".

(Por Rohith Nair e Simon Jennings em Bengaluru)