Israel Adesanya planeja ‘limpar’ divisão dos pesos-médios antes de “surrar” Jon Jones

Adesanya se mantém invicto no MMA com 18 vitórias como profissional – Tyler Misiak

Israel Adesanya tem um plano de carreira bem traçado, e nem mesmo um adversário como Jon Jones parece capaz de mudar esta rota. Campeão peso-médio (84 kg) do Ultimate, o nigeriano garantiu que não pretende antecipar uma ‘superluta’ contra ‘Bones’. De acordo com ‘The Last StyleBender’, o primeiro passo após conquistar o cinturão linear da liga é derrotar todos os possíveis desafiantes.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Adesanya afirmou que pretende ‘limpar’ a divisão até 84 kg antes de cogitar uma subida para os meio-pesados (93 kg). Portanto, o confronto contra Jones dificilmente sairá do papel em breve. E, de acordo com o nigeriano, quanto mais o tempo passar, maiores serão suas chances diante de Bones.

“Ganhei meu título dos pesos-médios em abril e defendi pela primeira vez em outubro. Quero defender meu cinturão contra todos os pesos-médios que, supostamente, são as maiores ameaças antes de eu subir de categoria. Se o Jones quiser lutar comigo agora, ele terá que descer para os pesos-médios. Eu tenho um plano, e nunca desvio deles. Ele não vai fazer com que eu mude o que planejei na minha mente inicialmente. Eu tenho vários ‘matadores’ nos pesos-médios para vencer primeiro antes de encarar ele. E depois disso darei uma surra no Jon Jones” projetou Israel, antes de comparar a situação com a de duas lendas do boxe.

“Ele está tentando fazer o que o Mayweather fez com o ‘Canelo’. Mayweather lutou com o Canelo enquanto ele ainda estava crescendo, enfrentou ele cedo demais, e Jones está tentando o mesmo comigo. Porque ele sabe que sempre estou melhorando cada vez mais, e ele não. A hora dele vai chegar”, completou Adesanya.

Depois de nocautear Robert Whittaker, Israel estava praticamente apalavrado de encarar Paulo ‘Borrachinha’ em seguida. No entanto, a lesão no bíceps sofrida pelo brasileiro abriu espaço para outros atletas sonharem com o cinturão. Até o momento, o nome de Yoel Romero é o mais ventilado para o posto de desafiante.

 

Leia também