Irritado com Corinthians, Giovanni Augusto é hostilizado em rede social

Bruno Cassucci

Giovanni Augusto está irritado com a forma como o Corinthians conduziu a negociação de troca por empréstimo entre ele e Valdívia, do Internacional. O meia entende que deveria ter sido avisado antes do acerto entre os clubes e acredita que está sendo desvalorizado neste modelo de transferência. Para o jogador e seu representante, Jean Moreira, o mais interessante no momento seria permanecer no Timão ou ser negociado em definitivo em vez de assinar com o Colorado por apenas oito meses.

Para aumentar o desconforto, Giovanni tem sido muito hostilizado em sua página no Instagram, com centenas de mensagens ofensivas, com xingamentos e pedidos para que deixe o Corinthians.

A diretoria alvinegra entende que é possível contornar a situação e fechar o acordo com o Colorado. Entretanto, o atleta se vê em uma sinuca de bico: por um lado não é benquisto por parte dos corintianos e está irritado com a direção; por outro, teme sofrer rejeição no Internacional por ter dito inicialmente que não se interessava em ir para o clube gaúcho.

Timão e Inter tinham acordo encaminhado, mas as tratativas regrediram na última segunda-feira. O Palmeiras também entrou na disputa, e a direção colorada sinalizou ao Corinthians que deseja mais atletas para liberar Valdívia.

Enquanto a negociação se arrasta, Giovanni Augusto segue treinando no Corinthians. Recuperado de lesão muscular, ele foi inscrito na Copa Sul-Americana e deve ficar na reserva diante da Universidad de Chile, nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena.








E MAIS: