Irlanda equipara remuneração de homens e mulheres nas seleções principais

·1 minuto de leitura
A irlandesa Megan Connolly durante o Torneio de Chipre em uma partida contra a Coreia do Norte em 8 de março de 2017 em Larnaca, Chipre (AFP/Florian CHOBLET)

Os jogadores e as jogadoras da seleção irlandesa receberão o mesmo salário, anunciou a Federação da Irlanda nesta segunda-feira.

"A Federação Irlandesa de Futebol tem o orgulho de anunciar que os jogadores e as jogadoras que representam as seleções nacionais masculinas e femininas principais da República da Irlanda receberão os mesmos bônus por jogo em partidas internacionais, com efeito imediato, no âmbito de um acordo revolucionário para o esporte irlandês". comemorou a federação em um comunicado.

Para chegar a esse acordo, a seleção masculina concordou em diminuir o montante dos jogadores por jogo, de forma que a Federação destine esse valor para aumentar o salário das jogadoras.

Inglaterra, Brasil, Austrália e Nova Zelândia são alguns dos países que se comprometeram a equiparar a remuneração de seus jogadores e jogadoras de seleção.

"É um grande dia para o futebol irlandês", comemorou a capitã da equipa feminina irlandesa, Katie McCabe.

"Demos um grande passo com este acordo e mostramos ao mundo o que pode ser alcançado com a união, oferecendo as mesmas oportunidades aos jogadores internacionais", avaliou.

O zagueiro Seamus Coleman do Everton (com 59 jogos pela seleção irlandesa) explicou que os jogadores irlandeses estão felizes por terem contribuído para o acordo.

A igualdade salarial será estabelecida a partir das partidas internacionais de setembro, anunciou a Federação, especificando que as bonificações de classificação para torneios também serão regidas por este princípio.

kca/fby/av/iga/mis/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos