Irã pede exclusão dos EUA da Copa do Mundo após postagem sem emblema; entenda

Seleção dos EUA fez postagem retirando emblema da bandeira do Irã (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)
Seleção dos EUA fez postagem retirando emblema da bandeira do Irã (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)

O Irã pedirá à Fifa a exclusão dos EUA da Copa do Mundo, segundo a agência iraniana Tasnim News Agency, afiliada ao governo do país. A alegação será um desrespeito à bandeira do Irã em uma postagem nas redes sociais, em que o emblema foi retirado por apoio aos protestos que o país vem passando, de acordo com o jornal britânico Daily Mirror.

A entidade pretende fazer a queixa ao Comitê de Ética da Fifa. A seleção iraniana disse não ter confirmação oficial desse pedido. A postagem em questão aconteceu ontem (26), no Twitter, em que os EUA mostravam o cenário para a classificação à próxima fase da Copa do Mundo.

Leia também:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Daily Mirror diz que a postagem foi feita "apoio às mulheres no Irã lutando por direitos humanos básicos", além de ter acrescentado que, a partir de então, seria utilizado o símbolo da forma correta.

A Tasnim News Agency, por outro lado, traz a visão do consultor jurídico da Federação Iraniana de Futebol, Safia Allah Faghanpour.

"Respeitar a bandeira nacional é uma prática aceita internacionalmente e que todas as nações devem estimular. A ação conduzida em relação à bandeira iraniana é antiética e contra a lei internacional", disse o advogado à agência iraniana.

Ele acredita que houve quebra das regras da Fifa, em que a punição seria uma suspensão por 10 jogos.

As duas seleções se enfrentam na próxima terça-feira (29), às 16h, e competem por uma vaga nas oitavas de final da Copa, já que ocupam a segunda e terceira posições do Grupo B. O Irã tem três pontos, enquanto os EUA somam dois.