Investidor do Atlético-MG explica porque não fechou com Jorge Jesus

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
(FILE IMAGE) SL Benfica has dismissed head coach Jorge Jesus in a series of bad results and reported cracks with some of the teams top players, the club announced today in Lisbon, Portugal on December 28, 2021. (Photo by Pedro Fiúza/NurPhoto via Getty Images)
Clube mineiro tentou contratação de Mister antes de acertar com Turco Mohamed. Foto: (Pedro Fiúza/NurPhoto via Getty Images)

Um dos principais investidores do Atlético-MG, Rubens Menin, empresário mineiro, revelou a razão que levou o Galo a não firmar contrato com o treinador português ex-Flamengo Jorge Jesus. Entre o fim de dezembro do ano passado e o começo de janeiro deste ano, houve negociação entre as duas partes, que não fecharam por causa do tempo pedido pelo Mister.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Menin afirmou que o português tinha interesse em assinar com o Atlético, mas seus compromissos em Portugal o impossibilitaram de firmar com o clube mineiro: "O Jorge Jesus tem um contrato com o Benfica ainda, que não foi desfeito completamente. O tempo dele não atendia ao tempo do Atlético. Não é que ele não tenha querido vir para o Atlético, não, ele até queria, tinha esse interesse. Mas o tempo dele não dava certo, porque nós precisávamos de um técnico para segunda-feira. A hora que ele não tinha esse tempo para ser dado ao Atlético, as negociações nem prosseguiram".

Leia também:

Menin acreditava que o Atlético Mineiro tinha a necessidade de ter um comandante desde o início da pré-temporada e, por isso, fechou com Turco Mohamed para o ano de 2022: "De certa forma, ele demonstrou interesse em vir, sim. Mas ele tinha compromissos que tinha de resolver antes, e isso não ia casar com o nosso cronograma. A gente quer um técnico para começar o trabalho. Ano passado, o Cuca não começou. Entrou no meio. É importante o técnico entrar desde o início".

Antes das negociações serem acertadas com o treinador argentino, o Galo tentou também as contratações do português Carlos Carvalhal, do Braga e do também argentino Eduardo Berizzo, que está livre no mercado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos