Invencibilidades à prova: Atlético-PR e Flamengo brigam para manter bom retrospecto

O Flamengo viajou para Curitiba com uma grande missão nas costas. Líder do grupo 4 da Copa Libertadores da América, a equipe de Zé Ricardo vai em busca de um resultado positivo para deixar o Rubro-Negro bem próximo de carimbar uma vaga nas oitavas de final do torneio.

Com seis pontos, duas vitórias e uma derrota, o Flamengo ocupa o primeiro lugar do grupo com um ponto a frente do Universidad Católica e dois do próprio Atlético-PR. Em caso de derrota, os Rubro-Negros podem até cair para a terceira posição ficando fora da zona de classificação.

E para buscar o resultado na Arena da Baixada, o Flamengo vai precisar fazer um esforço muito além do que foi feito no Maracanã, onde a equipe teve um grande desempenho no primeiro tempo surpreendendo o adversário pela intensidade logo nos minutos inicias.

Paolo Guerrero Flamengo Atletico-PR Copa Libertadores 12042017

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

A seu favor, o time de Zé Ricardo ostenta uma considerável marca de invencibilidade contra times brasileiros. São 25 jogos sem derrota somando 16 vitórias e 9 empates. Por outro lado, o Furacão também tem suas armas, há sete meses o time de Paulo Autuori não sabe o que é perder em seus domínios. 

Nem mesmo pela Copa Libertadores da América, onde o time paraenense precisou passar pela segunda e terceira fase antes de chegar na fase de grupos, o Furacão foi derrotado em casa. 

Os confrontos dentro da Arena da Baixada contra o Flamengo também são favoráveis ao Furacão, que teve a sua última derrota diante do Rubro-Negro carioca em casa pela Copa Sul-Americana de 2011, quando Ronaldinho Gaúcho tomou conta do jogo e decidiu a partida.

Para quebrar esse tabu, o Flamengo confia na grande fase que atravessa o atacante Paolo Guerrero, com 10 gols nos últimos treze jogos o peruano é a grande esperança da equipe.

O Flamengo encara o Atlético-PR nesta quarta-feira(26), às 21h45, no Arena da Baixada, em Curitiba. O duelo é válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.