Internacional vence Corinthians e vai à final da Copa São Paulo

MARCOS GUEDES
Folhapress
BARUERI, SP, 21.01.2020 – COPA-SP: Partida entre Corinthians e Internacional, válida pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020, realizada na Arena Barueri, na Grande São Paulo, na noite desta terça-feira (21). (Foto: Van Campos/TheNews2/Folhapress)
BARUERI, SP, 21.01.2020 – COPA-SP: Partida entre Corinthians e Internacional, válida pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020, realizada na Arena Barueri, na Grande São Paulo, na noite desta terça-feira (21). (Foto: Van Campos/TheNews2/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Internacional é o primeiro finalista da Copa São Paulo. A equipe colorada venceu o Corinthians por 3 a 1, na Arena Barueri, em Barueri, na noite desta terça-feira (21), e avançou à decisão da tradicional competição de juniores.

Os gols de Guilherme Pato, Matheus Monteiro e Nicolas colocaram o time gaúcho na decisão, que sempre ocorre em 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo. O adversário sairá do duelo entre Grêmio e Oeste, marcado para quarta (22), também na Arena Barueri.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na partida, mesmo empurrado por um bom público, o Corinthians enfrentou dificuldades. O time sentiu falta daquele que vinha sendo seu principal jogador, o meio-campista Gabriel Pereira, suspenso, e teve problemas na saída de bola.

O Internacional forçou erros da defesa alvinegra e chegou assim à vitória. As duas jogadas que encaminharam o placar surgiram em desarmes efetuados no campo de ataque, tirando proveito da insistência do adversário em trocar passes perigosos.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, quando Rafael errou perto do círculo central, Guilherme Pato aproveitou em chute preciso de fora da área. Aos cinco minutos da etapa final, Pato roubou a bola de Lucas Pires e cruzou para Matheus Monteiro completar.

Quando o Corinthians pressionava para diminuir a diferença e renascer no jogo, o Internacional matou a partida. Aos 31, Nicolas acertou um bonito chute de longe e assegurou a presença colorada na final.

Quando o corintiano Ruan Oliveira descontou de falta, aos 42, já não havia tempo para reagir.

Leia também