Inter empata com La U na estreia da Libertadores

LANCE!
Cuesta disputa lance com Henriquez (JAVIER TORRES/AFP via Getty Images)
Cuesta disputa lance com Henriquez (JAVIER TORRES/AFP via Getty Images)

No Estádio Nacional, Universidad de Chile e Internacional protagonizaram um jogo movimentado, mas que terminou empatado sem gols. Agora, os dois times precisam da vitória para avançar na Libertadores. Se houver um novo empate, porém com gols, a La U avança. Se o zero permanecer no placar, a vaga será decidida nos pênaltis.

>> Jogo do Inter no Chile é marcado por protestos

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Universidad de Chile e Internacional voltam a se encontrar na próxima terça-feira, a partir das 19h15 (Horário de Brasília), no Beira-Rio, em Porto Alegre.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

O confronto

A partida começou em alta intensidade. Com propostas ofensivas e posse de bola, La U e Internacional tentavam dominar o meio-campo. Se o time chileno ficava mais exposto no sistema defensivo, o jeito foi apostar na velocidade e Edenilson teve a primeira chance. No cruzamento de Patrick, o volante, sozinho, cabeceou fraco e na mão do arqueiro De Paul.

Pouco depois, Paolo Guerrero ficou com o grito de gol preso na garganta. Após levantamento, o camisa 9 dominou a bola e na hora do chute foi travado dentro da pequena área por Carrasco.

Leia também:

Sustos tomados, a La U começou a equilibrar o duelo e explorar a velocidade pelas laterais. Em uma das descidas, Beausejour cruzou da esquerda, Moledo não cortou e Larrivey cabeceou por cima do gol de Lomba.

Nos minutos finais, o Colorado teve a última oportunidade com Paolo Guerrero. Na falta perto da grande área, o camisa 9 bateu forte e a bola raspou o travessão.

Na etapa final, o jogo ficou mais travado no meio-campo. Muita correria, disputa e poucos lances de perigo. Quando a La U conseguiu impor velocidade, Montillo deixou Henríquez na cara de Lomba, mas o chute saiu fraco e o goleiro pegou no abafa.

Na casa dos 20 minutos, a Universidad de Chile teve uma baixa de peso. Com cartão amarelo, Montillo deu bobeira e no carrinho em Moisés levou o segundo cartão e foi expulso de campo. A vantagem numérica jogou o Colorado no ataque e Edenilson viu parar a sua cabeçada em milagre do goleiro chileno.

Diante do rival fechado na defesa, Eduardo Coudet colocou o seu time no ataque, mas faltava profundidade. O Colorado trocava passes na intermediária e abusava na hora de jogar por dentro, o que facilitava o trabalho da La U.

No fim, melhor para os donos da casa, que conseguiram segurar a igualdade sem gols e viajam rumo a cidade de Porto Alegre vivos.

UNIVERSIDAD DE CHILE 0 x 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Nacional de Chile, Santiago do Chile (CHI)
Data-Hora: 04/2/2020 – 18h
Árbitro: Facundo Tello (ARG)
Auxiliares: Julio Fernandez (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Montillo (LAU), Musto, Marcos Guilherme(INT)
Cartões vermelhos: Montillo (LAU)

UNIVERSIDAD DE CHILE: De Paul; Matías Rodríguez, Carrasco, Del Pino e Beausejour; Moya, Galani, Aránguiz (Cornejo, aos 36/2ºT) e Montillo; Larrivey (Guerra, aos 37/2ºT) e Henríquez (Gonzalo Espinosa, aos 20/2ºT). Técnico: Hernán Caputo.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Rodinei (Gabriel Boschilia, aos 45/2ºT), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Moisés; Musto (Thiago Galhardo, aos 27/2ºT), Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick (Marcos Guilherme, aos 28/2ºT) e D’Alessandro; Paolo Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também