Internacional massacra o Deportivo Táchira pela Libertadores

Futebol Latino
·3 minuto de leitura
Brazil's Internacional Argentine Victor Cuesta celebrates after scoring during the Copa Libertadores football tournament group stage match between Brazil's Internacional and Venezuela's Deportivo Tachira at the Beira-Rio Stadium in Porto Alegre, Brazil, on April 27, 2021. (Photo by SILVIO AVILA / various sources / AFP) (Photo by SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)
Brazil's Internacional Argentine Victor Cuesta celebrates after scoring during the Copa Libertadores football tournament group stage match between Brazil's Internacional and Venezuela's Deportivo Tachira at the Beira-Rio Stadium in Porto Alegre, Brazil, on April 27, 2021. (Photo by SILVIO AVILA / various sources / AFP) (Photo by SILVIO AVILA/AFP via Getty Images)

Pela segunda rodada da Copa Libertadores da América, no estádio Beira-Rio, o Internacional goleou o Deportivo Táchira pelo placar de 4 a 0. Com o resultado, o Internacional agora soma 3 pontos e assume a liderança por causa do saldo de gols. O Táchira também soma 3 pontos, mas agora foi para o 3º lugar.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Boa parte do resultado foi construído todo na primeira etapa. Cuesta abriu o placar aos 19. Minutos depois foi a vez de Patrick ampliar. O Inter continuou pressionando e marcou o terceiro, com Galhardo, aos 42. Mesmo com um jogador a menos na etapa final (Palacios foi expulso), o Colorado continuou melhor e conseguiu o 4º gol com Yuri Alberto.

Leia também:

A segunda rodada do Grupo B será encerrada amanhã. O Olimpia pega o Always Ready, às 23h, no estádio Defensores Del Chaco. Na 3ª rodada, o Internacional recebe o Olimpia no Beira-Rio, às 21h, dia 05 de maio. O Táchira enfrenta o Always Ready, dia 06 de maio, às 19h, no Hernando Siles.




A PARTIDA

UM PRIMEIRO TEMPO FULMINANTE DO INTER

A etapa inicial foi toda do Internacional. Os comandados de Miguel Ángel Ramírez foram para cima do Táchira e logo aos 19 minutos conseguiram o primeiro gol. Rodinei bateu escanteio, Victor Cuesta subiu mais que todo mundo e abriu o marcador: 1 a 0. O segundo gol não demorou a sair. Aos 23, após bate-rebate, a bola sobrou para Patrick limpar e fazer: 2 a 0. O Táchira até teve oportunidade para diminuir o placar ao longo do primeiro tempo, mas acabou mesmo foi tomando o terceiro gol. Aos 42 minutos, Cuesta acertou um belo lançamento para Galhardo, que limpou a jogada e marcou mais um: 3 a 0.






COMEÇO DO SEGUNDO TEMPO COM INTER PRESSIONANDO, MAS COM PALACIOS EXPULSO

O Internacional não diminuiu o ritmo no segundo tempo e voltou em busca do quarto gol. Poderia ter saído aos 5 minutos. Edenilson passou para Patrick, que bateu forte, mas a bola explodiu no rosto do goleiro Varela e não entrou. Aos 11, o goleiro Varela voltou a salvar após cabeçada de Dourado. O 4º gol estava maduro, mas as coisas ficaram um pouco complicadas após a expulsão de Palacios, que tomou o segundo cartão após falta em Góndola.

COLORADO NÃO SE INTIMIDOU, FOI PARA CIMA E MATOU O JOGO

O Internacional poderia ter se retraído com a epulsão de Palacios, mas mesmo com um jogador a menos o Colorado foi para cima do Táchira, criou várias chances para ampliar o placar e conseguiu o seu objetivo aos 29. Maurício lançou Yuri Alberto, que partiu em velocidade e bateu na saída do goleiro Varela: 4 a 0. Por falar em Varela, o goleiro do Táchira ainda fez outras defesas que evitaram que o time venezuelano saísse do Beira-Rio com uma derrota ainda maior.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 x 0 DEPORTIVO TÁCHIRA

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 27 de abril de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Andres Matonte (URU)
Assistentes: Horarco Ferreiro (URU) e Agustin Berisso (URU)
Cartões amarelos: Palacios, Patrick, Thiago Galhardo (INT), Camacho, Covea, Góndola (TAC)
Cartões vermelhos: Palacios (INT)
GOLS: Víctor Cuesta, 19’/1ºT, Patrick, 23’/1ºT, Thiago Galhardo, 42’/1ºT e Yuri Alberto, 29’/2ºT,

INTERNACIONAL (Técnico: Miguel Ángel Ramírez)
Marcelo Lomba; Rodinei (Heitor, 28’/2ºT), Zé Gabriel (Pedro Henrique, 37’/2ºT), Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson (Nonato, aos 28’/2ºT), Maurício, Palacios e Patrick (Marcos Guilherme, no intervalo); Thiago Galhardo (Yuri Alberto, 19’/2ºT).

DEPORTIVO TÁCHIRA (Técnico: Juan Tolisano)
Varela; Camacho, Vivas, Trejo e Granados; Cova, Flores (Marlon Fernández, aos 30’/2ºT), Góndola (Yerson Chacón, aos 27’/2ºT) e Nelson Hernández (Velasco, aos 12’/2ºT); Edgar Pérez (Covea, no intervalo) Lucas Gómez (Angarita, aos 27’/2ºT).