Interceptações de zagueiros do Ceará se destacam no Brasileirão

Futebol Latino
·1 minuto de leitura


Apesar da defesa do Ceará não estar necessariamente entre as menos vazadas do Campeonato Brasileiro, ao menos no aspecto individual a equipe apresenta números interessantes em relação aos cortes proferidos pelos zagueiro Luiz Otávio de Tiago Pagnussat.

+CONFIRA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Segundo estatística publicada pelo Vozão em seu site oficial, Luiz possui uma média de 5,6 cortes por partida após lançamentos do adversário enquanto Pagnussat faz, em média, 5,1 interceptações a cada confronto.

O trabalho diário com o elenco do Alvinegro protagonizado tanto pelo técnico Guto Ferreira como o restante da comissão que possibilitam números do tipo foi exaltado pelo treinador após a vitória no clássico com o Fortaleza:

- Nossa comissão faz um trabalho fantástico. Um trabalho de muita entrega e dedicação. O Alcino e o Arthur, nossos analistas de desempenho, do Dadá, o André e o Alexandre, auxiliares de campo que estão junto com a gente. E para poder executar isso em campo, temos de parabenizar o trabalho do Juninho, do Roberto, do Ballalai, do Giovanni, do André, o Everaldo e o Handerson, nossos preparadores físicos e de goleiros. Esse é um grupo que forma nosso trabalho no dia a dia com os jogadores, pois são eles que executam.