Inter quebra sequência sem triunfos justamente contra o último oponente que tinha vencido

Autor dos dois gols do Inter, Edenílson foi o destaque do confronto (Silvio Avila/AFP)


A mistura entre felicidade e alívio no Internacional com a vitória por 2 a 0 sobre o Independiente Medellín-COL, após quatro empates consecutivos na temporada, veio justamente diante do adversário contra o qual havia comemorado seu último triunfo.

+ Renata Fan impede demissão na Band: veja as movimentações da imprensa esportiva em 2022

A equipe de Mano Menezes não sabia o que era vencer um compromisso desde o dia 26 de abril. Nessa data, o time viajou até a cidade colombiana de Pereira e bateu o mesmo oponente da última terça-feira (17), só que por 1 a 0, gol marcado por Alemão.

>Estudo mostra os jogadores mais valiosos do futebol brasileiro

O triunfo, além de importante pelo reencontro com a vitória, foi vital para as pretensões do Colorado na Sul-Americana. Isso porque, como o Guaireña-PAR superou o 9 de Octubre-EQU por apenas um gol de diferença, o Inter passou a frente no saldo de gols e lidera o Grupo E.

Com esse contexto, a equipe jogará pela última rodada da fase de grupos contra os equatorianos, no Beira-Rio, precisando apenas vencer por margem de gols igual ou superior ao Guaireña para carimbar o passaporte nas oitavas de final.

Entretanto, antes de pensar no cenário continental, o Colorado terá de voltar as atenções novamente para o Campeonato Brasileiro, torneio onde ocupa a 11ª colocação com nove pontos conquistados. No sábado, às 21h (de Brasília), a equipe visitará o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos