Inter pede paciência e quer evitar pré-julgamento sobre trabalho de Ramírez; Técnico estreia neste domingo

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Neste domingo (21), o Internacional encara o Novo Hamburgo pela quinta rodada do Campeonato Gaúcho, com Miguel Ángel Ramírez pela primeira vez na área técnica colorada. Contratado para ser o técnico vermelho pelas próximas duas temporadas, o espanhol está recém em seu início de trabalho. Por isso, a própria direção pede paciência.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Na opinião do vice-presidente de futebol João Patrício Herrmann, é precipitado fazer, no momento, qualquer tipo de avaliação: “O Miguel não estreou e já está sendo julgado e, por alguns, até crucificado. Vamos deixar ele mostrar o trabalho dele pra depois fazer um julgamento. Nós acreditamos muito nessa comissão técnica", disse o dirigente, em entrevista à 'Rádio Guaíba'.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A pandemia de coronavírus impede, por exemplo, a imprensa de acompanhar a movimentação diária no CT Parque Gigante. Porém, segundo Herrmann, o grupo, aos poucos, consegue entender as ideias do comandante: "O Miguel treina intensamente todo o elenco do Internacional. É um treino de modelo de jogo. Ele passa muito a ideia dele de futebol. Os atletas estão assimilando muito bem, estão gostando", garantiu. Em quatro jogos no Gauchão, o Inter tem sete pontos conquistados - duas vitórias, um empate e uma derrota.

Para mais notícias do Internacional, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.