Inter monitora treinos e tem convicção que Guerrero estreará em boas condições

Fábio Utz Iasnogrodski
90min

​Ainda faltam mais de três meses para que Paolo Guerrero possa, enfim, estrear com a camisa do ​Internacional. Porém, mesmo que o peruano sequer possa trabalhar junto aos companheiros, o clube acompanha de perto todos os passos do atleta, que está treinando de forma particular em sua terra natal.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

De torcedor para torcedor: ​clique aqui e siga o 90min no Instagram!



O atleta é aguardado em fevereiro em Porto Alegre. A partir daí, realizará uma pré-temporada especial para que possa estar em campo tão logo termine a suspensão por doping - exame realizado em 2017, quando estava a serviço de seu país para a disputa de jogo contra a Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, apontou a presença de um metabólico da cocaína. Enquanto isso, existe um contato direto com quem está coordenando as atividades do centroavante. “Mesmo não tendo uma ingerência nas atividades, fazemos uma aproximação e conversamos com o atleta também. Ele sabe da necessidade de se manter treinando. Chegará em meio à temporada, podendo estrear já no meio da fase de grupos da Libertadores”, destacou o preparador físico do Colorado, Cristiano Nunes.


Guerrero iniciará os treinos físicos no CT Parque Gigante quando os demais atletas já estarão em ritmo de competição. Assim, a tendência é de que, a partir de março, ele possa participar de jogos-treino, que serão balizadores para dar o chamado ritmo de competição. “Nesses dois meses que antecederão sua estreia pelo Inter teremos uma proximidade maior, com a certeza de que será tempo suficiente para este atleta estar em totais condições e render o esperado”, completou Nunes. Por coincidência, a primeira partida oficial do jogador pela equipe gaúcha deverá ser contra o Alianza Lima, no Peru, dia 24 de abril. O adversário, que está no Grupo 1 da Libertadores, é nada menos que a equipe de coração do artilheiro.


​​

Leia também