Inter de Milão rescinde contrato com Christian Eriksen

·1 min de leitura


A Inter de Milão anunciou a rescisão contratual com Christian Eriksen nesta sexta-feira. O meia, que sofreu uma parada cardiovascular enquanto defendia a Dinamarca em duelo contra a Finlândia pela Eurocopa, não pode jogar na Itália por conta do uso do desfibrilador cardíaco que carrega em seu corpo.

Com isso, o meio-campista de 29 anos tem a chance de retomar sua carreira em uma nova equipe. Em países como a Holanda e a Inglaterra, as ligas permitem que os jogadores possam atuar com o desfibrilador cardíaco instalado no peito do atleta.

> Veja a tabela do Campeonato Italiano

Nos últimos meses, surgiram especulações sobre dois possíveis destinos para Eriksen: o Tottenham, último clube do dinamarquês antes de se transferir para a Itália, e o Ajax, equipe que projetou o jogador no futebol e que conta com Daley Blind, que também possui o mesmo aparelho cardíaco que o companheiro.

Desde a disputa da Eurocopa, Christian Eriksen está afastado dos gramados e passando por diversos exames para que o jogador retorne nas melhores condições possíveis. Apesar da vontade de seguir jogando, ainda não há informações concretas sobre uma proposta para o meia voltar a atuar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos