Inter já acumula significativa diminuição de folha com a saída de mais de dez jogadores

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

De 2020 para 2021, mais de dez jogadores deixaram o Internacional. Isso já representa uma diminuição de cerca de R$ 2,2 milhões na folha salarial mensal, conforme noticia o Uol Esporte. No entanto, o objetivo é enxugar ainda mais os gastos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O executivo de futebol Paulo Bracks, inclusive, confirmou que seu primeiro objetivo dentro do clube é readequar os custos com o futebol. Por isso, esse processo ainda está em andamento. "O número de atletas que temos hoje, a tendência é de que seja diminuído. É possível que tenhamos mais saídas do que entradas. É uma análise que está sendo feita. Aos poucos, vamos moldando a temporada", disse o dirigente.

D'Ale colocou um ponto final em sua passagem pelo Colorado | Marcelo Hernandez/Getty Images
D'Ale colocou um ponto final em sua passagem pelo Colorado | Marcelo Hernandez/Getty Images

D'Alessandro, por exemplo, encerrou sua passagem pelo clube. Além disso, Musto não teve seu contrato renovado, enquanto Matheus Jussa e Guilherme Pato foram liberados, respectivamente, para Fortaleza e Cuiabá. Isso sem contar Zeca (Vasco da Gama) e Dudu (Atlético-GO). O primeiro teve seu vínculo rescindido, e o segundo foi passado em definitivo. Em poucos meses. A lista de saídas, até o momento, se completa com Leandro Fernández (rescisão), Keiller (empréstimo para a Chapecoense) Emerson (Figueirense), Richard (Botafogo-SP), Pedro Lucas (Mirassol), Valdívia (fim de contrato), Natanael (Atlético-GO) e Uendel (Cuiabá).

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em relação a contratações, a primeira deve ser confirmada ainda nesta semana. Trata-se do jovem atacante Carlos Palacios, revelação do futebol chileno e que se despede do Unión Española.

Para mais notícias do Internacional, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.