Inter fica com 10 e perde para o Juventude com pênalti no último minuto

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Internacional perdeu por 1 a 0 para o Juventude, neste domingo (12), em Caxias do Sul. Sem D'Alessandro, suspenso, o Colorado fez uma atuação pouco criativa e sofreu o jogo todo. A derrota, porém, só se consumou no último lance. Em pênalti convertido por Tadeu. O time de Antônio Carlos Zago teve, antes da penalidade, um jogador expulso que contribuiu para partida fraca no estádio Alfredo Jaconi.

A penalidade foi marcada após escanteio e lance com Junio. A bola bateu no peito do lateral direito e o árbitro Diego Real marcou a penalidade. Durante três minutos, a arbitragem discutiu se mantinha a decisão ou voltava atrás. O pênalti foi sustentado e Tadeu deslocou Danilo Fernandes.

O jogo chegou a estar em dúvida, por conta do alagamento do gramado e do túnel de acesso.

Pela manhã, o Juventude procurou a FGF (Federação Gaúcha de Futebol) cogitando adiamento. O Inter, horas depois, também se mostrou favorável à disputa em outra data. Mas no final, o gramado não ficou tão prejudicado assim.

Graças a bombas adicionais, o Juventude conseguiu drenar a água que inundou o túnel de acesso ao gramado. O local foi usado normalmente. A drenagem do campo também funcionou e eliminou quase todo o excesso de água antes da bola rolar.

JUVENTUDE

Douglas; Vidal, Wanderson, Ruan e Pará; Fahel, Sananduva, Taiberson (Murilo), Caprini e Bruno Ribeiro; Caion (Tadeu). T.: Gilmar Dal Pozzo

INTERNACIONAL

Danilo Fernandes; Alemão (Junio), Léo Ortiz, Paulão e Uendel; William, Rodrigo Dourado, Charles, Roberson e Nico López (Carlos); Brenner (Valdívia); T.: Antônio Carlos Zago

Estádio: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Árbitro: Diego Real

Cartões amarelos: Caprini, Wanderson (JUV); Paulão, Junio, Charles, Rodrigo Dourado, Léo Ortiz (INT)

Cartão vermelho: Charles (INT)

Gol: Tadeu, aos 50 minutos do segundo tempo (JUV)