Inter deve abrir 2020 em busca de no mínimo dois nomes para o ataque

Fábio Utz Iasnogrodski

​O ​Internacional terminou 2019 reforçando a sua defesa - anunciou as contratações do lateral-direito Rodinei e do volante Damián Musto. Para abrir 2020, o foco da direção deve se voltar a nomes para o sistema ofensivo. Afinal, de uma temporada para outra, o clube abriu mão de nada menos que quatro atacantes.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Paolo Guerrero,Rodrigo Lindoso
Paolo Guerrero,Rodrigo Lindoso


Tréllez, Rafael Sobis, Guilherme Parede e Neílton não tiveram os seus contratos renovados, o que abre um leque de oportunidades no mercado brasileiro para quem estiver procurando opções de ataque. Já Nico López foi vendido para o Tigres, do México. Assim, se o trabalho começasse hoje, o técnico Eduardo Coudet teria apenas quatro avantes à disposição: Paolo Guerrero, William Pottker, Wellington Silva e Pedro Lucas. Assim, é inevitável um investimento mais forte para o setor.

River Plate v Colón - Superliga 2019/20
River Plate v Colón - Superliga 2019/20


Conforme destaca o ​Uol Esporte, a ideia é buscar ao menos dois jogadores de frente, sendo um para atuar como parceiro de Guerrero pelo lado - Coudet gosta de formar uma dupla de atacantes - e outro para ser reserva do camisa 9. Lucas Pratto, atualmente no River Plate, foi oferecido. Em um primeiro momento, chegou-se à conclusão de que o alto valor envolvido inviabilizaria uma negociação. No entanto, não se pode descartar uma nova tentativa. Atualmente, o Inter não dispõe de muitos recursos para bancar a contratação de profissionais consagrados. Por isso, até agora, as tratativas se dão com o objetivo de buscar jogadores por empréstimo ou que estejam livres no mercado.

Já conhece a promoção do O Boticário? Clique aqui e confira!

Leia também