Inter dependerá de médicos para definir goleiro na final

MARINHO SALDANHA

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Ainda que o mais comum seja o técnico escalar uma equipe, os médicos do Internacional deverão escolher o goleiro titular para a partida deste próximo domingo (7).

O departamento médico do clube irá determinar qual arqueiro está liberado para atuar diante do Novo Hamburgo, na finalíssima do Estadual.

Keiller está fora. O jovem de 20 anos não conseguiu completar o primeiro jogo que começou como titular na carreira. Nos minutos finais contra o Novo Hamburgo, sofreu uma luxação no cotovelo esquerdo. Ele não teve fratura, mas poderá precisar de cirurgia e não reúne condição alguma de atuar.

Danilo Fernandes é o mais cotado atualmente. Porém, seria algo totalmente fora do comum. Há menos de um mês o jogador fraturou o pé esquerdo. O período de parada previsto era de dois meses. Seria o equivalente a antecipar o retorno em perto de 50%.

Para atuar, Danilo precisaria de uma proteção no local operado. O treinamento desta terça-feira (2) servirá para testar. Caso tenha as mínimas condições necessárias, será ele que estará em campo.

Já Marcelo Lomba deixou claro a cada passo dado quando entrou em campo na partida de ida, no último domingo (30), que não reúne condições. Mancando, sem conseguir realizar movimentos básicos, ele substituiu Keiller, teve o nome gritado pelos 43 mil torcedores presentes e por sorte não precisou fazer nenhuma defesa.

De qualquer forma, Lomba ganhará mais uma semana de fisioterapia. Contando com uma recuperação satisfatória, terá menos dores para se movimentar. Seria um risco, mas menor do que o Internacional passou no fim do jogo passado.

"Goleiro a gente vai ver durante a semana, mas o Lomba acho que tem de jogar. Temos uma semana ainda pela frente para fazer tratamento. Amanhã [terça] já começa, de manhã e à tarde. A gente espera que ele tenha condições", disse o técnico Antonio Carlos Zago.

NOVA INSCRIÇÃO

O Internacional não poderá inscrever um novo goleiro para a partida. Segundo o presidente da FGF (Federação Gaúcha de Futebol), Francisco Novelletto Neto, é impossível abrir tal lacuna no regulamento para o Inter. A direção do Novo Hamburgo também se manifestou contrária a liberação.

Desta forma, cada dia de treinamentos no CT Parque Gigante servirá, principalmente, para aumentar o nível de condições dos goleiros com alguma chance de atuar, Lomba e Danilo Fernandes.

Leia também