Após Inter, Carille vê mais uma vez a “melhor partida fora de casa”

Na avaliação do técnico Fábio Carille, o Corinthians fez, em sequência, as suas duas melhores partidas fora do estádio de Itaquera. Assim como fez após o empate por 1 a 1 com o Internacional, na última quarta-feira, o treinador avaliou muito bem a performance dos seus comandados o triunfo por 2 a 0 sobre o São Paulo.

“Foi a nossa melhor partida fora de casa. Em casa, contra o Palmeiras, com um a menos durante 45 minutos, acho que essa ainda é a melhor”, afirmou o treinador, que manteve a sua avaliação sobre as chances de títulos dos quatro semifinalistas apesar do 2 a 0.

“Eu lembro que na semana passada eu dei 25% de cada um de conquista, contra o Palmeiras eu trouxe a nossa responsabilidade também. Não sei se a gente vai ser campeão, mas organização e entrega não vão faltar”, avaliou, reconhecendo, porém, a vantagem adquirida.

“Muito grande, sim, fomos muitos bem na primeira parte, precisamos ir bem também na segunda agora. Respeitar a equipe do São Paulo, respeitar os jogadores e conseguir essa classificação em casa. Conseguimos essa vantagem pequena contra o Inter, conseguimos essa aqui… não podemos entregar de mão beijada agora. Mesma pegada, mesma concentração para sair de campo com a vitória”, pediu Carille.

Encantado com o desempenho da equipe na etapa inicial, Carille ressaltou o bom entendimento apresentado entre os meias Jadson e Rodriguinho. A dupla comandou a ação ofensiva do time tão bem que até fez o treinador se enganar.

“O entendimento de Jadson e Rodriguinho é muito grande. Desde a Flórida”, avaliou o comandante, esquecendo-se que, na pré-temporada realizada pela equipe nos Estados Unidos, Jadson nem sequer havia sido anunciado como reforço.

“É normal um grupo novo oscilar, mas a gente está crescendo no momento certo”, concluiu Carille, que chegou à sua terceira vitória em quatro clássicos disputados no comando do Alvinegro, a primeira fora de casa.