Inter aposta em manutenção para seguir na briga por títulos na temporada 2023

Mano Menezes renovou acordo até o fim do ano (Divulgação/Internacional)


O Internacional aposta na manutenção do elenco e da comissão técnica para seguir competitivo e na briga por títulos em 2023. A equipe terminou como vice-campeã na última edição do Campeonato Brasileiro e, por conta da campanha positiva, uma das metas da diretoria estava na permanência de 80% do plantel para este ano.

No final de 2022, o Colorado já havia anunciado a renovação de nomes importantes para o grupo como o zagueiro Mercado, o meia De Pena e o atacante Alemão. Além desses jogadores, o técnico Mano Menezes teve o contrato estendido por mais um ano. Em 2023, outras permanências foram oficializadas, caso de Rodrigo Moledo, que também renovou, e Wanderson, comprado por R$ 24,7 milhões em seis parcelas semestrais, junto ao Krasnodar-RUS.

>Confira as movimentações do mercado da bola no LANCE!

- Na temporada passada assumimos um compromisso de realizar uma reformulação no grupo de atletas. Com a chegada do Mano Menezes e do William Thomas, juntamente com mudanças estruturais que fizemos, conseguimos mudar a fotografia do grupo. Crescemos ao longo do ano e finalizamos deixando uma boa impressão. Para 2023, conseguimos manter boa parte do elenco e iniciaremos com a mesma comissão técnica. Agora, cabe a nós mantermos esse trabalho para continuarmos evoluindo - afirmou o Presidente, Alessandro Barcellos.

Até o momento, o Inter anunciou as saídas de Edenílson, volante que atuou como titular em boa parte dos jogos com Mano, e de Taison, que rescindiu com o clube. Ambos os jogadores tinham o desejo de sair para buscar novos ares, acertando com Atlético-MG e PAOK-GRE, respectivamente. O atacante David, pouco aproveitado em 2022, está em vias de ser anunciado como reforço do São Paulo em empréstimo até o fim do ano. Quem também está prestes a deixar o Colorado é o goleiro Daniel, nome que perdeu a posição no fim da temporada para Keiller e deve jogar no futebol dos Estados Unidos.

Outro fator que faz jus a estratégia da diretoria em concentrar esforços para manter os jogadores do atual elenco está no número baixo de novas contratações. Para esta temporada, o lateral-direito Mário Fernandes, que veio do CSKA Moscou-RUS, por empréstimo, foi o único anunciado.

Dos times que terminaram na parte de cima do Brasileirão em 2022, a maioria está fazendo o mesmo movimento de manutenção do plantel. O Palmeiras, atual campeão, não fez nenhuma contratação. Corinthians e Athletico-PR anunciaram só dois reforços enquanto o Flamengo contratou apenas Gérson.

Na contramão desses clubes, o Fluminense buscou mais nomes e fechou sete contratações, embora não tenha perdido nenhuma peça importante do time considerado titular.

- O Internacional sempre busca reforçar o seu elenco, seguindo diretrizes claras dentro do processo interno que é realizado para contratações. Nosso planejamento neste momento é aumentar a competitividade interna, buscando jogadores que estejam conectados ao nosso projeto e com a ambição de grandes objetivos no clube e na sua carreira - finaliza Barcellos.