Integrado aos profissionais do Santos, Fernando Pileggi avalia estreia: 'Momento único'

Fábio Lázaro
·3 minuto de leitura


Surpresa no time titular do Santos, que foi derrotado por 1 a 0 para o Vasco, neste domingo (20), pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, em São Januário, o lateral-direito Fernando Pileggi classificou o momento como único, embora o resultado negativo. O jogador estava treinando no time sub-23 do Peixe e foi garimpado para o time principal, fez a sua estreia pelo time profissional santista.

No último domingo (13), quando o Alvinegro perdeu por 4 a 1, para o Flamengo, pela 25ª rodada do Brasileirão, o atleta já havia sido relacionado, mas contra o Cruzmaltino conseguiu entrar em campo e atuar os seus primeiros minutos pelo clube.

- Um momento único da minha vida. Acima de tudo glorifico a Deus por me guiar até aqui. Há poucos dias estava treinando no Sub-23 e agora, pude estrear na equipe principal. A vida toda esperei e trabalhei por esse momento e hoje, realizei esse sonho de estrear como profissional do Santos. Gratidão por todos que contribuíram para chegar esse momento, principalmente à comissão técnica e ao Cuca por confiar no meu trabalho - disse Pileggi, via assessoria, ao L!.

Avaliação de Cuca

Após o fim da partida, o técnico do Peixe elogiou o desempenho de Fernando, no qual disse estar se destacando nos treinamos e que já foi integrado ao time principal do Santos. Contudo, o comandante lamentou que o único gol do jogo tenha acontecido em um lance onde o garoto esteve envolvido.

- Claro que está oficialmente integrado, se não eu não punha a jogar. Já tem treinando com a gente bastante tempo, um jogador que tem uma qualidade defensiva muito boa, muito responsável - afirmou o treinador.

- Uma pena que o gol que a gente tomou, eu não vi na TV, mas eu lembro bem, acho que o Madson tinha uma bola e deu uma passe pra ele muito espetado, o Madson geralmente acerta esse passe. A gente tomou o contra-ataque, nesse contra-ataque nós não fizemos a falta, fomos tomar um cruzamento da direita e não deu tempo pra ele fechar, se não ele teria fechado. Estava sem o tempo ideal do jogo, como não tá jogando frequentemente - acrescentou.

Cuca também justificou a saída do lateral no intervalo do jogo, para a entrada do atacante Bruno Marques, pela necessidade de abrir o jogo e buscar o resultado.

- Quando a gente precisou abrir o time, tiramos ele (Fernando Pieggi) e o Luiz Felipe também. Sentimos que o Vasco estava valorizando bem o resultado, com as linhas bem fechadas atrás e a gente procurou dar um pouco mais de ofensividade. Até demos, controlamos o jogo, mas não foi o suficiente pra empatar - comentou o técnico.

Em sua autoavaliação, Pileggi considerou que fez um jogo seguro, mas acredita que poderá evoluir conforme receba mais oportunidades.

- Sinto que fiz um jogo seguro e estive bem na partida. No começo teve a ansiedade, mas logo passou e pude mostrar meu futebol. Estou feliz pela estreia e focado em evoluir e buscar novas oportunidades. Não tenho dúvida que na próxima oportunidade estarei ainda melhor - pontuou o jogador.

Aos 21 anos, Fernando Pileggi está no Peixe desde 2018, quando foi adquirido após se destacar pelo Juventus, na Copa São Paulo de Futebol Júnior daquele ano. Após duas temporadas no Santos B, o lateral-direito tem iniciado a sua trajetória com a camisa alvinegra pelo time profissional.