Instituto Daniel Alves diz que manterá suas atividades e destaca 'respeito e conduta ilibada' do jogador

Daniel Alves está preso na Espanha por acusação se agressão sexual (Foto: Reprodução/Instagram Barcelona B)


O Instituto Daniel Alves se manifestou sobre o fato do jogador estar preso preventivamente na Espanha, acusado de agressão sexual. Em comunicado, o instituto reforçou a confiança na marca do "comportamento ético e sua conduta ilibada" do jogador". Além disso, garantiu que manterá suas atividades com "todos os seus valores voltados à família e à construção de um mundo melhor".

+ Pumas, do México, rescinde contrato com Daniel Alves


Atualmente, o projeto tem unidades em Itapuã, bairro de Salvador, e no município de Lauro de Freitas.

Veja a nota completa:

"Em relação aos últimos acontecimentos envolvendo o nosso presidente, o atleta Daniel Alves, afirmamos que este construiu sua história demonstrando o respeito pelas pessoas, dentro e fora de campo, nos seus mais de 20 anos de carreira esportiva. Seu comportamento ético e sua conduta ilibada sempre foram a sua marca.

+ Daniel Alves preso: LANCE! responde perguntas sobre o caso


Exemplo de seu comportamento de vida é a criação do Instituto Dani Alves, que, atualmente, em duas unidades na Bahia, uma em Itapuã (Salvador), e outra em Lauro de Freitas, atende 600 crianças e adolescentes através de projetos nas áreas da cidadania, esporte, saúde, cultura e educação, com o objetivo de melhorar o desenvolvimento integral de jovens em situação de vulnerabilidade, bem como proporcionar melhores oportunidades a seus familiares.


Seguiremos com nossas atividades calçadas em nossos princípios que nos acompanham desde a fundação, mantendo todos os seus valores voltados à família e à construção de um mundo melhor".