Instagram vai dificultar interação entre jovens e adultos para evitar crimes

Redação Finanças
·2 minuto de leitura
London, UK - July 30, 2018: The buttons of the photo app Instagram, surrounded by WhatsApp, Facebook, Messages and other apps on the screen of an iPhone.
Adultos só falarão com adolescentes se forem seguidos por eles no Instagram

A partir desta terça-feira (16), o Instagram vai tornar mais difícil que adultos sigam e conversem com menores de 18 anos. O objetivo, segundo o Instagram, é "proteger adolescentes de contatos não solicitados com adultos da plataforma". Desta forma, a medida pode inibir crimes virtuais. As informações são do UOL.

Leia também:

Com a consciência de que muitos tentam trapacear a regra de que menores de 13 anos não podem usar o app, o Instagram decidiu investir em sistemas de inteligência artificial. Primeiramente, ao abrir uma conta na plataforma, a sugestão para os adolescentes será a de deixar a conta privada para caso algum dia deixe o perfil visível ao público, já consiga saber as diferenças entre as configurações e privacidade de acesso.

Adultos só conseguirão mandar mensagens para os mais jovens se forem seguidos por eles. Além disso, os menores de 18 anos vão aparecer menos na parte de “usuários sugeridos” para os mais velhos.

No Reels, o público mais crescidinho também menos acesso ao conteúdo do outro público na na aba explorar e em comentários.

Outra medida é que os mais jovens receberão uma notificação quando adultos tiverem comportamento suspeito, mesmo que sejam conhecidos. As opções são bloquear, reportar ou restringir o contato. "Acreditamos que se a criança tiver uma experiência online limitada, quando ela se tornar adulta, não tem ideia de como navegar nessa internet livre", explicou Vaishnavi J, head de segurança do Instagram ao UOL.

Apesar de não divulgar o número de usuários com menos de 18 anos, o levantamento TIC Kids Online Brasil mostra que em 2019, 78% dos internautas entre 13 e 14 anos tinham perfis nas redes sociais. Entre 15 e 17 anos, a porcentagem era maior: de 91%.