Inspirado em Rebeca Andrade, músico Mike Bernardino sugere ‘funk fitness’ para academias

·2 minuto de leitura


O show de Rebeca Andrade nas Olimpíadas de Tóquio bateu na cabeça do cantor Mike Bernardino feito um pancadão. Para quem já vinha matutando há um tempinho a intenção de lançar o movimento "funk fitness”, o solo da ginasta foi a certeza que faltava para botar a ideia em prática: MK, como também é conhecido, começará a gravar um clipe tendo como cenário uma academia de musculação. União de música e atividade física em prol da saúde e da boa forma.

“Geralmente os cenários dos clipes de funk têm o mesmo cenário: bailes, boates e lanchas. Minha ideia é usar a academia como plano para fugir do reino comum e passar uma mensagem de boa forma e saúde. O funk já é bastante popular nos fones da galera nas academias e nas aulas de lambaeróbica e zumba. Então, por que não torná-lo oficial com turmas específicas? A Rebeca Andrade provou que o ritmo inspira a mente e o corpo", explica o artista.

Bernardino garante que é um frequentador assíduo de academias, rotina que desenvolveu durante a pandemia do coronavírus. Fã de guloseimas, ele compensa a ingestão de açúcar e carboidratos com sessões de treinos, incluindo bastante aeróbico.

“Comecei na academia por necessidade. Assim como muita gente nessa pandemia, eu comi bastante nesse período em casa, sem muita coisa para fazer. Mas agora a academia já faz parte da minha rotina e sinto falta quando fico um dia sem ir ou pelo menos correr na esteira", afirma o influenciador.

Em relação aos sons que embalam os treinos, Bernardino diz que sua playlist vai desde os funks nacionais até os trapps internacionais. Segundo ele, a escolha é baseada na frequência que precisa para concluir as sessões.

“Vou de Travis Scott a Don Juan. Tento não me prender a um só estilo de música, procuro variar bastante, mas o certo é sempre colocar uma música que me dê um gás, que me faça alcançar a energia que me parece faltar", conclui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos