Inspirado em Fred, Richarlison participou de onze gols em oito jogos

Há exatamente um mês, Scarpa, principal jogador do time, sofreu lesão e desde então não entrou mais em campo. O que parecia uma tragédia para o time de Abel, se tornou brecha para Richarlison assumir o protagonismo do time neste começo de temporada. O atacante de 19 anos, que iniciou o ano na Seleção sub-20, voltou ao Fluminense na reta final da Taça Guanabara e hoje é a esperança de gols da equipe.

Logo na primeira atividade com o grupo, no dia 17 de fevereiro, o camisa 70 encantou o treinador. No dia seguinte, foi ganhou chance no time reservam, contra o Volta Redonda, e marcou duas vezes no primeiro tempo. Até agora, o jogador participou de 11 gols nos oito jogos que disputou (Veja na galeria acima). O bom desempenho, no entanto, não tira o foco de Richarlison.

- Fico feliz, mas divido todos os méritos com meus companheiros. (No clássico) O Wellington me deu assistência e deixou eu bater o pênalti. Nossa equipe está bem, mulecada correspondendo - afirmou.

INSPIRAÇÃO EM FRED
O grande momento neste início de 2017, coroado com título da Taça Guanabara, anima o jogador. Como espelho, tem o ex-capitão Fred, que o ajudou em sua chegada e fez história no clube. E antes de pensar em Europa, Richarlison quer conquistar títulos importantes no Tricolor e, para ele, o Fluminense brigará na parte de cima da tabela no Brasileirão.

- Acho que esse ano a gente vai brigar por Libertadores, vamos estar entre os 4, 6 melhores. Todo jogador quer fazer história no clube primeiro pra depois pensar em ir pra fora. Não sou diferente, quero fazer no Flu o que Fred fez. Ele me ajudou, deu forças na minha primeira lesão (em janeiro de 2016) e se tornou um paizão. Quero seguir o mesmo rumo que ele teve no Fluminense.








E MAIS: