Insatisfeito com atuação, Abel Ferreira critica postura de jogadores do Palmeiras: ‘Não escolho a forma de jogar’

·1 minuto de leitura


Após a derrota diante do América-MG, nesta quarta-feira (06), no Independência, Abel Ferreira não só teceu duras críticas ao árbitro da partida, Leandro Pedro Vuaden, como também deixou claro que a atuação do Palmeiras foi aquém do esperado.

Em entrevista coletiva, o treinador português analisou o desempenho do Alviverde e destacou a necessidade dos jogadores assumirem a responsabilidade em determinados momentos das partidas.

- Para que fique claro: Não sou eu que escolho a forma de jogar. São as características dos jogadores. Se virem os treinos, treinamos ataque posicional. Há questões de ordem mental que tem a ver com coragem para jogo - comentou.

Abel também assumiu a responsabilidade por mais um revés no Brasileirão. Após cinco rodadas disputadas no returno da competição, o Palmeiras supera apenas três equipes em aproveitamento. Em números gerais, a equipe conquistou apenas 4 dos 15 pontos possíveis.

- Temos muito espaço para treinar e melhorar, todos nós. E devemos fazer. Jogamos contra uma boa equipe, uma que vem de uma fase boa de resultados, que gosta de ter a bola. O América fez o que nós devíamos fazer com bola, fazer o que o Ademir fez, levar para o um contra um, assumir. Mas não tivemos capacidade de impor nosso jogo com bola, e temos qualidade para isso – finalizou.

Ainda em busca de reabilitação no Campeonato Brasileiro, o Verdão volta a campo já neste sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do Red Bull Bragantino. O confronto, válido pela 25ª rodada, marca o reencontro do elenco com a torcida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos