Ingressos da Copa do Mundo: veja preços para jogos da seleção brasileira

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar, está aberta. O evento ocorrerá de 21 de novembro a 18 de dezembro.

A Fifa iniciou a comercialização das entradas na quarta-feira (19) no seu site. O primeiro período de vendas vai até o dia 22 de fevereiro.

Neste primeiro momento, os ingressos de cada partida serão distribuídos por sorteio para aqueles que demonstrarem interesse em assistir ao jogo. Ou seja, não há "ordem de chegada" para garantir seu lugar. Não faz diferença tentar comprar mais cedo ou no último dia de comercialização.

O sistema foi usado nas últimas Copas. Já estão disponíveis entradas para todos os jogos, e a venda é dividida entre residentes do Qatar e não residentes. É possível comprar bilhetes para partidas específicas ou pacotes.

Há três pacotes para acompanhar a seleção brasileira: um para os três jogos da fase de grupos, outro para a fase de grupos e as possíveis oitavas de final, outro (com sete duelos) da estreia até uma eventual final.

Dentro dessas possibilidades, o combinado mais barato (fase de grupos e atrás do gol) sai por 825 qataris (R$ 1.228), e o mais caro (todos os sete jogos na lateral do gramado), por 15.708 qataris (R$ 23.300).

O ingresso individual mais barato (atrás do gol em uma partida da fase de grupos) custa 250 qataris (R$ 372). O mais caro (laterais do campo) da fase de grupos, exceto a abertura, sai por 800 qataris (R$ 1.191).

Para a abertura, as entradas individuais custam de 1.100 a 2.250 qataris (R$ 1.637 a R$ 3.349). Para a final, de 2.200 a 5.580 qataris (R$ 3.275 a R$ 8.307).

Cada pessoa pode comprar até seis ingressos para uma mesma partida. Também é possível comprar pacotes para ir a jogos em quatro estádios diferentes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos