Inglaterra enfrentará inquérito devido a uso de caneta laser contra Schmeichel

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Kasper Schmeichel durante partida entre Dinamarca e Inglaterra pela Eurocopa
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - A Uefa iniciou procedimentos disciplinares contra a Inglaterra nesta quinta-feira por causa do uso de uma caneta laser contra o goleiro da Dinamarca, Kasper Schmeichel, durante o momento decisivo da semifinal da Euro 2020 entre as seleções dos dois países.

Imagens de televisão mostraram que Schmeichel foi alvo de um torcedor que usou um laser verde quando o capitão inglês, Harry Kane, foi bater um pênalti na prorrogação para dar ao time da casa uma vitória de 2 x 1 na partida de quarta-feira em Wembley.

O goleiro defendeu o chute inicial de Kane, mas não conseguiu impedir o rebote, que colocou o time de Gareth Southgate na final de domingo contra a Itália.

A Uefa disse que também está investigando a Inglaterra por causa de torcedores que lançaram fogos de artificio e atrapalharam o hino nacional.

Torcedores vaiaram quando o hino dinamarquês foi tocado antes da partida. Também foram ouvidas vaias quando o hino alemão foi executado em Wembley na semana passada, quando os ingleses derrotaram o elenco de Joachim Loew nas oitavas de final.

"O caso será tratado pelo Comitê de Controle, Ética e Disciplina da Uefa no devido momento", informou a entidade em um comunicado.

A Inglaterra almeja conquistar seu primeiro grande troféu desde a Copa do Mundo de 1966.

(Por Manasi Pathak e Rohith Nair em Bengaluru)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos