Bravo pensa em deixar seleção do Chile após Copa do Mundo de 2018

Santiago do Chile, 30 mar (EFE).- O goleiro e capitão do Chile, Claudio Bravo, pensa em deixar a seleção depois da Copa do Mundo de 2018, revelou o jogador em entrevista à emissora pública do país.

"As pessoas jovens têm que despontar em seus clubes e se destacar em grande nível. Acredito que nós não nos projetamos a tão longo prazo. No meu caso, não projeto além do Mundial. Por idade e por também ser tempo de deixar os demais jogarem", disse o goleiro do Manchester City, de 33 anos.

"Os que estão há mais tempo na seleção têm um desgaste tremendo e também há o tema da idade", completou o goleiro.

Bravo já disputou 112 partidas com o Chile desde 2004, quando estreou no pré-olímpico para os Jogos de Atenas e na Copa América disputada neste mesmo ano, no Peru.

"Após o Mundial é preciso começar em pensar em outra geração, devem começar a aparecer jovens que se misturem conosco", disse o goleiro. EFE