Infantino apresenta a Copa Árabe, ensaio geral para Mundial do Catar-2022

·1 minuto de leitura
(arquivo) Um funcionário desinfeta as traves durante o Mundial de Clubes em Doha, em fevereiro

Com a presença do presidente da Fifa, Gianni Infantino, o Catar realizou nesta terça-feira o sorteio da Copa Árabe, que vai acontecer em dezembro e que servirá como um ensaio geral para a Copa do Mundo de 2022.

"Será um evento fantástico, a primeira Copa Árabe da Fifa, um evento de preparação para a Copa do Mundo, um evento de união do mundo árabe", disse Infantino na abertura do sorteio realizado em um teatro na capital do Catar, Doha.

Vinte e três seleções se enfrentarão no torneio. A competição será disputada em dezembro em seis dos oito estádios que receberão partidas da Copa do Mundo de 2022. A final está marcada para o dia 18 de dezembro, feriado nacional, exatamente um ano antes da final da Copa do Mundo.

"É um teste para o Catar um ano antes de receber o Mundial pela primeira vez no Oriente Médio", declarou a agência oficial Qatar News Agency.

Nos últimos meses, o Catar foi alvo de duras críticas de organizações de direitos humanos por causa do tratamento dado aos trabalhadores migrantes.

Várias seleções europeias, como Alemanha, Holanda e Noruega, fizeram protestos simbólicos antes de suas partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, e até mesmo a Federação Dinamarquesa de Futebol pediu à Fifa "uma investigação completa sobre o número de mortos entre trabalhadores migrantes no Catar".

O emirado afirma ter feito mais do que qualquer outro país da região para melhorar as condições de trabalho dos migrantes.

gw/clv/pm/aam