Infantino acha realista uso de vídeo-arbitragem na Copa 2018

O presidente da FIFA Gianni Infantino Yangun no dia 17 de fevereiro de 2017

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, avaliou como realista o uso de vídeo-arbitragem no futebol, durante a assembleia geral da International Board(Ifab), nesta sexta-feira, e espera utilizar o recurso no Mundial de 2018.

"É nosso objetivo, mas antes que a gente possa usar na Copa do Mundo a Ifab precisa dar o aval positivo em março de 2018", precisou Infantino.

O uso da vídeo-arbitragem "mostra sinais de esperança", segundo o mandatário, que avaliou os contratempos da experiência no Mundial de Clubes como "falta de costume dos árbitros".

"Este ano vamos testar a tecnologia com todos árbitros candidatos a apitarem a Copa do Mundo de 2018. Vamos organizar seminários para treiná-los", garantiu o presidente.

"Estou otimista. O lado positivo disso é que não existe lado negativo", comemorou Infantino.

Durante a reunião realizada em Wembley, a Ifab autorizou as federações a instalarem nas categorias inferiores, como ligas de torcedores e de atletas descapacitados, o uso do cartão amarelo como suspensão temporária.

O organismo também concordou em melhorar o comportamento dos jogadores profissionais, atribuindo maior importância para o papel de capitão do time.