Indicações de Fernando Diniz superam desconfianças e se destacam no Santos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Santos reforçou seu elenco para a temporada até aqui com cinco jogadores. Marcos Guilherme, vindo do Internacional, Camacho, do Corinthians, Danilo Boza, do Mirassol, Zanocelo, da Ferroviária, e Moraes, lateral-esquerdo, também ex-Mirassol. Desses nomes, o primeiro e o segundo foram indicações do técnico Fernando Diniz.

Apesar de serem bem vistos pelo técnico, os jogadores sofreram desconfiança de parte da torcida. Em suas passagens por Corinthians e Internacional, os atletas não conseguiram desempenhar um bom papel, o que gerou dúvida em relação as suas contratações.

Mas, com o tempo, os jogadores caíram nas graças do torcedor santista. No Campeonato Brasileiro, Marcos Guilherme é o líder de participações em gols do Santos. Foram 12 jogos, com quatro gols, uma assistência, 17 passes decisivos, 15 dribles certos e dez chutes certos. Em toda sua passagem, são 15 jogos e cinco gols.

Já Camacho estreou na derrota para o Fluminense, pelo Brasileirão. Naquela partida, o jogador deu dois ótimos passes para os atacantes do Santos, o que chamou atenção dos torcedores. O camisa 30 "aproveitou" a recente lesão de Alison, foi bem, e não saiu mais do time.

O capitão Alison estava à disposição contra o Red Bull Bragantino, por exemplo, mas Diniz optou por Camacho, que tem 89% de acertos de passe no Santos. Jogando como primeiro volante, o jogador criou duas grandes chances, e 76% de aproveito nas bolas longas.

Em recente entrevista, o técnico Fernando Diniz citou essas duas contratações que, no começo, não eram vistas com bons olhos, mas hoje são aprovadas pelo torcedor.

- Torcedor é muito importante, mas eu como técnico vejo internamente, sigo minha intuição e escolho o que acho melhor. Boa parte do torcedor não gostou da contratação do Camacho e agora deve estar gostando, assim como o torcedor do Inter não queria o Marcos Guilherme - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos