Indefinições, Abel e elenco aberto: Vasco se reapresenta para 2020

Luiza Sá
LANCE!
Abel Braga dá sequência ao trabalho desempenhado por Vanderlei Luxemburgo (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)
Abel Braga dá sequência ao trabalho desempenhado por Vanderlei Luxemburgo (Foto: Rafael Ribeiro / Vasco)


A temporada de 2020 vai começar para o Vasco. Na manhã desta quarta-feira, o elenco se reapresenta no CT do Almirante para o início da preparação para o ano. O Cruz-Maltino, porém, dará o pontapé inicial na nova Era Abel Braga com algumas indefinições importantes. Além das lacunas no time, o departamento de futebol ainda não foi resolvido e os salários continuam em aberto.

Este será o primeiro contato do elenco com Abel, contratado após a saída de Vanderlei Luxemburgo ao final da última temporada. O treinador chegou acompanhado de Leomir (auxiliar), Marquinhos Lopes (preparador de goleiros), Flavio Trevisan (preparador físico) e Alex Sandro Martins (analista de desempenho). Além deles, nomes como Ramon Menezes (auxiliar) e Carlos Germanos (preparador de goleiros) continuam, já que fazem parte da comissão permanente.

Para além da nova filosofia que será implantada, o Vasco precisará novamente equilibrar os problemas fora de campo. Primeiro, a insatisfação dos atletas que esperavam começar 2020 com todos os salários quitados e, até o momento, ainda tem uma folha de pagamento em aberto, além do 13º salário e os direitos de imagem. Funcionários que recebem acima de R$ 3 mil ainda têm outubro. O mês de dezembro vence somente no dia 20 de janeiro. Ao final de 2019, alguns jogadores levaram a público o descontentamento.

Outro fator é a política. O Cruz-Maltino é conhecido pela vida agitada e polêmica fora das quatro linhas. Em 2020, porém, o cenário tende a ficar ainda mais quente: é ano de eleição no Vasco. Portanto, a missão de blindar o elenco da nova comissão técnica irá além até do que já foi a de Luxemburgo.






O elenco

Tentando equilibrar as finanças, o Vasco ainda está discreto no mercado e tem clima de indefinição com relação ao time que disputará as quatro competições (Carioca, Brasileiro, Copa do Brasil e Sul-Americana) neste ano. O único reforço já confirmado é o atacante Germán Cano, uma das prioridades da diretoria para o planejamento.

Entre os goleiros, as opções são Fernando Miguel, Jordi, Gabriel Félix, Alexander e Lucão. Na lateral, Yago Pikachu, Cláudio Winck, Cayo Tenório, Ramon, Henrique, Alexandre e Rodrigo Coutinho. Na zaga, Werley, Leandro Castan, Breno, Ricardo Graça e Ulisses. Dedé continua no radar.

No meio, os volantes até o momento são Bruno Gomes, Marcos Junior, Andrey, Raul e Linnick. Bruno César, Felipe Ferreira, Lucas Santos, Gabriel Pec são os meio-campistas, enquanto Marrony, Talles Magno, Ribamar, Cano, Kaio Magno e Tiago Reis são os atacantes. Nesse primeiro momento, Abel deverá dividir o elenco e começar a analisar com quem contará para o ano.

O zagueiro Oswaldo Henríquez não chegou a um acordo com o clube, enquanto o colombiano Fredy Guarín ainda negocia e aguarda o fim das dívidas. O atacante Rossi também tem conversas, mas está visado no mercado. Outros que estavam em fim de contrato e não retornam são Danilo Barcelos, Sidão, Richard, Clayton, Fellipe Bastos, Raul Cáceres, Valdívia e Marquinho.

Os lesionados

O Vasco tem também a expectativa de contar com três jogadores que terminaram a temporada lesionados. Primeiro, o jovem Talles Magno já está recuperado do estiramento na coxa direita que o tirou do meio do Mundial Sub-17 e da reta final do Campeonato Brasileiro. O jogador admitiu que tinha condições de atuar na última rodada do Brasilerão, mas a comissão preferiu perservá-lo.

Os casos que ainda estão em aberto são os do zagueiro Breno e do lateral Ramon. O primeiro não joga desde o dia 9 de agosto de 2018. Ele chegou a ser relacionado para algumas partidas no ano passado após se recuperar dos problemas no joelho esquerdo, mas não tinha totais condições de jogo e voltou a sentir dores. No caso de Ramon, ele chegou a sonhar com o retorno aos gramados, mas acabou não sendo inscrito pelo Cruz-Maltino no Brasileiro. O último jogo foi em 14 de novembro de 2018.

Os dois vão ser avaliados pelo departamento médico antes de iniciarem os trabalhos com a nova comissão. O Vasco está no mercado em busca de opções para as duas posições.

A reapresentação, nesta quarta-feira, será marcada por avaliações físicas e clínicas. Sem a presença da imprensa. A estreia no Campeonato Carioca acontece no dia 19, contra o Bangu, em São Januário.


















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também