Indecisão sobre futuro de Vítor Pereira gera divisão no Corinthians; Duílio responde


Vítor Pereira ainda não respondeu se fica ou não Corinthians na próxima temporada. E isso tem gerado a insatisfação de uma parcela de jogadores do clube alvinegro.

+ Confira detalhes da terceira camisa e a nova linha do Corinthians em alusão ao Mundial do Japão

Como informou o 'ge' e confirmou o LANCE!, parte do elenco acredita que a ausência de definição sobre o comando para o ano que vem tem atrapalhado o planejamento para a próxima temporada, tanto no ponto de vista coletivo, quanto individual, já que alguns atletas querem decidir se ficam no Timão em 2023 ou buscam novos ares.

O clima de Vítor com o elenco sempre se limitou a questões profissionais. Parte dos jogadores se incomodaram com isso desde a chegada do português, mas uma minoria. O restante dos atletas é indiferente e até entende o modelo de trabalho de VP, pois preza pela competitividade.

O presidente corintiano Duílio Monteiro Alves não desmentiu que há diferença de alguns jogadores com o atual treinador da equipe alvinegra.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

- Desafio qualquer pessoa a me mostrar um elenco 100% satisfeito com seu treinador no mundo do futebol. Não existe unanimidade, só jogam 11. Quem não está jogando sempre estará insatisfeito. Independentemente de quem seja, muda toda hora. Jogou, está bem. Ficou fora, reclama - disse Duílio em entrevista ao 'ge'.

Vítor Pereira e Duílio Monteiro Alves
Vítor Pereira e Duílio Monteiro Alves

O presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, tem relação de amizade com Vítor Pereira (Foto: Corinthians TV)

Independentemente dessas diferenças, a diretoria corintiana não trabalha com outra hipótese a não ser a continuidade de Vítor Pereira. O departamento de futebol do clube alvinegro não vai atrás de outra alternativa até receber a resposta do seu atual treinador. VP, por sua vez, também quer seguir, mas a distância da família tem pesado. Os familiares do treinador viajarão para o Brasil em novembro, no que será a última cartada para tranquilizar a esposa e os filhos do técnico e eles se alinhem para que Vítor Pereira renove com o Corinthians por mais uma temporada.

- Preciso ter calma e cabeça fria. Fizemos um grande ano, como há muito tempo não tínhamos. Estou tentando a continuidade. Não será a pressão de um ou outro atleta insatisfeito ou a pressão da imprensa que vai acelerar minha decisão - falou Duílio.

O Timão tem mais três partidas até o fim do Brasileirão. A primeira delas será neste sábado (5), às 20h30, contra o Ceará, na Neo Química Arena.