Incapaz de reagir na F1, Haas se sente como equipe “com 11 zagueiros”

Redação GP

A Haas começou o ano pensando em brigar pela liderança do pelotão intermediário, mas viu tudo desmoronar conforme o ano passou na Fórmula 1. O desenvolvimento do VF-19 não corrigiu problemas, o que deixa a escuderia em penúltimo no Mundial de Construtores. Sempre perdendo terreno nas corridas e incapaz de incomodar rivais, a equipe faz o chefe Guenther Steiner se sentir em um time de futebol que joga com 11 zagueiros.

“Está difícil neste momento. É como ter uma equipe de futebol com 11 zagueiros e sem atacantes, com todo mundo te atacando”, comparou Steiner. “Você não consegue fazer nada. Estamos limitando os danos, mas isso não funciona se todo mundo fizer um bom trabalho. Todas as estratégias são erradas porque você sempre fica atrás. Hoje sabemos que, a menos que tudo seja perfeito, vai ser a mesma coisa: vamos ficar para trás. Não há o que possa ser feito, estamos sentados como um patinho”, lamentou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A temporada ruim faz a Haas repensar diversos aspectos internos, como o desenvolvimento do carro. Robert Kubica é cotado como piloto reserva, o que ajudaria a escuderia nos bastidores. Só que, independente do que venha a acontecer, Steiner só quer uma coisa: que a temporada acabe de uma vez.

Chefe da Haas, Guenther Steiner vive um 2019 frustrante (Foto: Getty Images)


“Espero que a gente comece um novo livro. Não uma nova página, um novo livro”, seguiu. “Para mim, 2019 nunca aconteceu e podemos esquecer que esse ano tenha acontecido. É muito desafiador. Para mim, fico ansioso para escapar dessa. Superar o desafio, porque é isso que te leva adianta. Minha expectativa é de não ficar tão irritado com a situação. Talvez isso me faça aproveitar melhor os dias bons quando eles voltarem. Você precisa passar por momentos difíceis para aproveitar os bons”, encerrou.

A Haas, com 28 pontos, é melhor apenas que a Williams. 26 dos 28 pontos foram conquistados na primeira metade do ano, enquanto apenas dois vieram do GP da Bélgica para cá.



Paddockast # 41

MAIORES VITÓRIAS DE HAMILTON NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também